Homem é preso após matar a ex-companheira por não aceitar o fim do relacionamento em Sobral

Homem havia marcado um encontro com a jovem

Um homem de 20 anos foi preso em flagrante por suspeita de crime de feminicídio, nessa sexta-feira (10), em Sobral, no Interior do Ceará. Felipe Brito de Alcântara é acusado de matar a tiros ex-companheira, também de 20 anos, por não aceitar o fim do relacionamento. 

Após denúncia de familiares sobre desaparecimento da vítima, investigadores da Polícia Militar do Ceará (PMCE) verificaram as últimas conversas da jovem e apuraram que ela havia marcado um encontro com o ex-companheiro. 

>> Leia cartilha do Instituto Maria da Penha para ajudar as vítimas a identificar as fases da violência doméstica.

Então, equipes da PMCE foram até a casa do suspeito. Ele confessou o crime e informou o onde escondeu o corpo da ex-companheira. A arma usada no crime não foi localizada.

O suspeito conduzido à Delegacia Regional de Sobral e autuado pelo crime de feminicídio.

Como proceder em caso de violência doméstica

  • Ligue para um 180. Esse é um serviço de utilidade pública para o enfrentamento à violência doméstica. Além de receber denúncias de violações contra as mulheres, a central encaminha o conteúdo dos relatos aos órgãos competentes e monitora o andamento dos processos. A central também tem a atribuição de orientar mulheres em situação de violência, direcionando-as para os serviços especializados da rede de atendimento.
  • Também é possível realizar denúncias de violência contra a mulher pelo aplicativo Direitos Humanos Brasil e na página da Ouvidoria Nacional de Diretos Humanos (ONDH) do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), responsável pelo serviço.
  • O equipamento Casa da Mulher Brasileira (CMB) concentra todos os órgãos de assistência à mulher vítima de violência. Ele fica na Rua Tabuleiro do Norte, S/N, no Bairro Couto Fernandes, em Fortaleza. O telefone é: 3108-2999.

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança