Grupo é preso e adolescente apreendido com armas, drogas e munição na comunidade da Rosalina

Ação da Polícia Civil foi realizada na madrugada deste sábado (4)

Legenda: Cinco pessoas são capturadas pela polícia com armas, drogas, munição e dinheiro na comunidade da Rosalina, no Passaré.
Foto: SSPDS/ Divulgação

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), prendeu quatro homens e apreendeu um adolescente em posse de armas de fogo, munições, drogas e uma quantia em dinheiro. A ação aconteceu na comunidade da Rosalina, no bairro Passaré, em Fortaleza, na madrugada deste sábado (4).

De acordo com a DHPP, os policiais foram acionados para checar informações sobre o tráfico de drogas e pessoas em posse de armas de fogo na região. Quatro homens que estavam no endereço investigado tentaram fugir ao avistar os agentes, porém foram capturados.

Segundo o Departamento de Homicídios, os detidos foram identificados como Lucivando de Araujo Melo, 29 anos, com passagens por tráfico de drogas, porte e posse ilegal de arma de fogo; Anderson Rosendo Barros, 22 anos, com passagens por tráfico de drogas; Elinardo William Lima Cavalcante, 22 anos e Rubens Angelim Ferreira, 19 anos, os dois últimos sem antecedentes.

A polícia apreendeu com o grupo uma pistola calibre 380, uma pistola cal. 40, um revólver cal. 32, uma espingarda cal. 12, 27 munições cal. 380, 25 munições cal. 40, seis munições cal. 32, oito munições cal. 12, três carregadores de pistolas, além 82 gramas de cocaína, 130 gramas de maconha, um grama de crack e uma quantia em dinheiro.

Ainda durante a operação, os policiais apreenderam um adolescente de 17 anos de posse de cinco munições calibre 12. Conforme a SSPDS, o material foi localizado no bolso do jovem, durante uma abordagem.

Após os flagrantes, os quatro homens presos e o material apreendido foram conduzidos para a sede do Departamento de Homicídios, onde um inquérito policial foi instaurado e o grupo foi autuado por tráfico de drogas, associação para o tráfico, organização criminosa e porte ilegal de arma de fogo. 

Já o adolescente, foi levado para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), onde um ato infracional análogo ao crime de porte ilegal de arma de fogo foi instaurado contra ele. 


Assuntos Relacionados