Família de Juazeiro do Norte denuncia desaparecimento de jovem após proposta para trabalhar em circo

Adolescente de 17 anos é artista circense e teria recebido convite para se apresentar em circo na Paraíba

Tales Nunes dos Santos
Legenda: O jovem está desaparecido desde 4 de junho, após ter recebido proposta para trabalhar em um circo na Paraíba
Foto: Arquivo pessoal

Uma família de Juazeiro do Norte, na Região do Cariri, denunciou à Polícia Civil o desaparecimento de um adolescente de 17 anos após ele ter supostamente recebido uma proposta para trabalhar em um circo

Thales Nunes dos Santos é malabarista e se apresenta em semáforos nas ruas do Município há cerca de dois anos para ajudar em casa. 

Segundo a autônoma Tatiana Nunes, irmã do jovem, ele foi abordado por um homem, no começo do mês passado, o convidando para se apresentar em um circo no município de Cajazeiras, na Paraíba.

"Do nada ele apareceu, começou a ensinar outras formas de fazer malabarismo, e o Thales chegou em casa dizendo onde era o circo e que queria ir. Minha mãe disse que ele não fosse, mas ele aproveitou um dia em que não estávamos em casa e foi", diz.

Conforme Tatiana, isso aconteceu ainda no dia 4 de junho e, desde então, a família não tem notícias do adolescente. "O que mais preocupa a gente é que ele levou o celular e nós tentamos ligar, mas só consta desligado", comenta.

Homem dormia na rua

Informações repassadas por outros artistas circenses, ainda segundo a irmã, dão conta de que o homem é do Rio Grande do Norte e planejava ir de Juazeiro do Norte a Cajazeiras, depois para Patos, no Piauí, e de lá para seu estado de origem, sempre se apresentando nas ruas.

"Disseram que ele ia parando nos sinais até chegar lá. Nós soubemos também que ele dormia na rua". 

A identidade do homem permanece desconhecida para a família. O que eles sabem é somente que ele aparenta ter mais de 30 anos.

O Boletim de Ocorrência foi registrado somente na última segunda-feira (5), pois, segundo Tatiana, havia o receio de que o homem pudesse fazer algo contra Thales.

"A gente esperava que ele voltasse, mas chegou a um ponto de desespero que tivemos que acionar a Polícia. Ele já está desaparecido há mais de um mês", diz a irmã.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que o caso segue em investigação pela Polícia Civil.

População pode ajudar

A SSPDS lembra que a população pode contribuir com as investigações, repassando informações para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria, ou para o Whatsapp (85) 3101-0181, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

As denúncias podem ser feitas também para (88) 3102-1116 ou (88) 3102-1105, telefones da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte. O sigilo e o anonimato são garantidos. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança