Em um mês, Ciops registra quase 40 mil denúncias por aglomeração e comércios abertos no Ceará

Número corresponde aos casos da Região Metropolitana de Fortaleza e dos municípios de Sobral e Juazeiro do Norte

Escrito por Redação,

Segurança
Legenda: Ceará tem quase 40 mil ocorrências por aglomeração e comércios abertos em um mês de quarentena.
Foto: Foto: SSPDS/ Divulgação

A Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) recebeu quase 40 mil denúncias por descumprimento ao isolamento social, um mês após o decreto assinado pelo governador Camilo Santana, em combate ao novo coronavírus. A informação foi divulgada pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), na noite desta quarta-feira (22).

O número corresponde ao total de ocorrências atendidas entre os dias 20 de março a 20 de abril, na Região Metropolitana de Fortaleza e nos municípios de Sobral e Juazeiro do Norte. 

De acordo com a SSPDS, das 39.094 mil ocorrências recebidas pelo Ciops, 23.174 referem-se a aglomerações de pessoas e 15.920 à abertura de comércios considerados não essenciais pelo Decreto Estadual nº 33.519. Houve uma média de cerca de 1.300 ocorrências a cada 24 horas. 

Sábados e domingos foram os dias com maior concentração de denúncias, com 45,5% das chamadas telefônicas, totalizando 17.786 ligações.

Conforme o secretário da Segurança Pública, delegado André Costa, a polícia continua realizando ações para evitar o descumprimento da quarentena, mas também é necessária a colaboração da população. “A gente espera contar com a colaboração, conscientização e empatia da população para que possamos o quanto antes ultrapassar essa etapa e retomar cada vez mais a normalidade do nosso cotidiano”, afirma.

Ainda segundo a SSPDS, durante o primeiro mês, 125 procedimentos foram registrados em todo o Ceará, resultando na condução de 152 pessoas às delegacias do Estado.