Dupla revendia objetos comprados pela internet com cartões de outras pessoas

Pelo menos 50 pessoas foram vítimas do golpe.

Dois homens foram presos suspeitos de aplicarem golpes em pelo menos 50 pessoas realizando compras no comércio virtual. Segundo a polícia, a dupla pegava da internet dados de documentos e cartões de pessoas e empresas de forma indevida e utilizava para efetuar compras no comércio.  

Um dos suspeitos, Isaac do Nascimento Torres, recebia o material e revendia no comércio da família dele. A prisão aconteceu no bairro Álvaro Weyne. O outro suspeito de participar do esquema, Rômulo Leite Vasconcelos, foi preso na Praia do Pacheco em Caucaia, na Região Metropolitana. Com eles, a polícia apreendeu relógios de marca, celulares, notebooks e uma impressora.

Uma das vítimas do golpe foi um escrivão da Polícia Civil que percebeu que algo estava errado com o seu nome e fez a denúncia no 1º Distrito Policial (Vila Ellery). A partir da denúncia, equipes da distrital e da Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa começaram as investigações. 

O titular do 1º DP, Renê Andrade, conseguiu a identificação de outras das vítimas. "Elas serão ouvidas no inquérito policial e serão orientadas a registrar o Boletim de Ocorrência. Vão pedir as operadoras o cancelamento das compras para que não fiquem prejudicadas e toda transação que foi realizada, por ser uma transação com vício de fraude, deverá ser anulada". 

A dupla vai responder pelo crime de estelionato. A polícia vai pedir quebra de sigilo dos dados do notebook apreendido com a dupla para tentar identificar se mais alguém faz parte do esquema. 

A polícia vai investigar também o pai de Isac do Nascimento, que é dono do comércio, onde o material era revendido. Segundo o suspeito, o pai não tinha conhecimento da venda. Caso seja comprovado, que o pai sabia do esquema, ele vai responder pelo crime de receptação qualificada.  

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança

Assuntos Relacionados