Dono e funcionário são presos com quase 800 munições em loja de artigos para pesca em Fortaleza

Foram apreendidos ainda mais de R$ 28.000 em um cofre dentro do estabelecimento comercial, informou a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE)

armas e munições apreendidas
Legenda: Ao todo, foram apreendidas 765 munições de diversos calibres, frascos com pólvora, espoletas para armas de fogo e, ainda, R$ 28.890 que estavam em um cofre.

O dono e um funcionário de uma loja de artigos para pesca foram presos em flagrante com quase 800 munições de diversos calibres no estabelecimento comercial, localizado no bairro Centro, em Fortaleza, na última sexta-feira (7). O caso foi divulgado nesta segunda-feira (10) em uma coletiva de imprensa da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE).

A ação, segundo a Polícia, foi realizada após investigações da Delegacia Regional de Aracati, em parceria com o Departamento de Polícia Judiciária Interior Sul (DPJI Sul). A dupla presa é suspeita de envolvimento em negociações ilegais de munições para abastecer organizações criminosas do Ceará.

Conforme a  Polícia, havia a suspeita de que, na loja, eram comercializadas munições de arma de fogo de forma ilegal. Ao chegarem no estabelecimento, os policiais abordaram um homem saindo do comércio com uma caixa na qual havia 25 estojos de munição calibre 36, placas de espoleta e potes de pólvora. Ao ser questionado, ele disse que tinha adquirido os produtos no comércio.

Após ser levado para dentro da loja, conforme a Polícia, o homem confessou ser funcionário do estabelecimento há 30 anos. Ao realizarem uma busca no local, onde o dono estava, os policiais encontraram o restante do material. Ao todo, foram apreendidas 765 munições de diversos calibres, frascos com pólvora, espoletas para armas de fogo e, ainda, R$ 28.890 que estavam em um cofre. 

Conforme a Instituição, a apreensão foi encaminhada para o 34º Distrito Policial (Farias Brito). O proprietário, que confessou não ter autorização para vender as munições, e o funcionário não tiveram a identidade revelada para as investigações não serem comprometidas. Os dois foram levados à delegacia e autuados em flagrante por comércio ilegal de arma de fogo. 

De acordo com a Polícia, a Delegacia Regional de Aracati investiga o caso. Informações sobre os suspeitos e o crime podem ser repassadas pela população à repartição por meio do (88) 3446-2601. O outro canal que recebe as denúncias é o 181, da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). A Instituição disse que sigilo e anonimato são garantidos.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de segurança?

Assuntos Relacionados