Dois homens são mortos, e um fica gravemente ferido, dentro de escola em Maranguape

Os policiais acreditam que o crime tenha envolvimento com a disputa entre grupos criminosos rivais

EEFM Antonio Luís Coelho
Legenda: Testemunhas comentaram que as vítimas estavam sendo perseguidas, quando conseguiram pular a cerca de proteção da instituição, com o objetivo de fugir dos criminosos
Foto: Rafaela Duarte

Dois homens foram mortos dentro de uma escola municipal do município de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O crime aconteceu na noite da última segunda-feira (2). Além dos óbitos, uma terceira vítima ficou em estado grave após ser baleada também dentro da instituição. Os policiais acreditam que o crime tenha relação com a disputa entre grupos criminosos rivais.

A tentativa de triplo homicídio ocorreu na EEFM Antonio Luís Coelho, localizada na Rua do Comércio, bairro Amanari. A instituição estava vazia no momento do crime. A escola fica localizada na comunidade conhecida como “Babilônia”; já a vítima que ficou baleada reside no “Recanto”, outra comunidade — contudo, ambas se localizam no mesmo bairro.

Os agentes do 24° Batalhão da Polícia Militar de Maranguape destacaram que as comunidades têm atuação de facções rivais. Não foi possível informar a quantidade de suspeitos envolvidos no crime, nem a forma como eles conseguiram fugir do local após as execuções.

Testemunhas comentaram que as três vítimas estavam sendo perseguidas, quando conseguiram pular a cerca de proteção da escola, com o objetivo de fugir dos criminosos. Contudo, os suspeitos ainda conseguiram matar duas vítimas e ferir gravemente a terceira, com diversos disparos de pistola. A polícia encontrou várias cápsulas de arma de fogo no chão, próximo aos corpos.

Os dois homens que morreram não tiveram as identificações repassadas pelas autoridades. Porém, terceiro foi previamente identificado como “Evilasio”, de 20 anos. Familiares do jovem estiveram no local após o crime. Ele foi socorrido e encaminhado, em estado grave, por uma ambulância do Samu à uma unidade hospitalar para receber atendimento médico de urgência.

O crime vai ser investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Fortaleza. O Sistema Verdes Mares aguarda mais detalhes da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) sobre o caso.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança