Detran instaura inquérito para apurar causas do acidente em Canindé

Órgão diz que veículo da empresa Princesa dos Inhamuns estava regularmente cadastrado

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE) instaurou um inquérito para apurar as causas do acidente ocorrido na manhã do último domingo (18) em Canindé. De acordo com o órgão, o veículo da empresa Princesa dos Inhamuns estava regularmente cadastrado, possuía 4 anos de fabricação e o laudo técnico da vistoria foi realizado em 26 de fevereiro deste ano. 

Segundo o Detran, o inquérito avaliará as informações do tacógrafo, sistema de GPS, cumprimento das escalas dos motoristas, Boletim de Acidente de Trânsito da Polícia Rodoviária Federal, bem como o laudo em elaboração pela Perícia Forense do Estado do Ceará.
 

>Confira imagens do acidente em Canindé
>Homem perde ônibus de tragédia por atraso de 5 minutos
>Em depoimento, motorista reafirma versão de que tentava desviar de motocicleta

O veículo fazia o trajeto de Boa Viagem para Fortaleza, quando uma moto freou na sua frente, e, ao tentar desviar, o motorista perdeu o controle do volante. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirmou que 18 pessoas morreram no acidente.

Na manhã desta segunda-feira (19), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou a lista dos passageiros que estavam no ônibus no momento do acidente. De acordo com o órgão, foi difícil formar a lista devido à incompatibilidade entre o número de pessoas inicialmente informado pelo motorista Francisco das Chagas Pereira Costa, a lista de passageiros entregue pela empresa e o nome das vítimas, feridas ou mortas, no local. Houve ainda, passageiros que desceram no município de Madalena, antes do acidente acontecer. 9 passageiros seguem internados no IJF.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança