Coordenador de imunização de Icó é exonerado após festa de aniversário com aglomeração

José Licas da Silva, funcionário da Secretaria de Saúde do município, organizou festa com 60 pessoas e música ao vivo; outras três pessoas respondem a TCOs

A Prefeitura de Icó exonerou José Lucas da Silva, coordenador de imunização da Secretaria de Saúde do município. Ele foi detido em uma festa de aniversário com aglomeração de cerca de 60 pessoas, além de piscina e música ao vivo no último sábado (16). Outras três pessoas foram detidas no evento, encerrado em ação conjunta das polícias Civil e Militar. A informação é do procurador-geral adjunto de Icó, Fabrício Moreira da Costa. Os demais servidores autuados responderão a Processos Administrativos Disciplinares (PADs), de acordo com a Prefeitura.

Ocorrida no Sítio Piauizinho, a festa foi organizada por José Lucas, que comemorava 26 anos na ocasião. Os outros detidos no evento foram o irmão dele, produtor de eventos; o pai, de 56 anos; e uma assistente social. Todos foram conduzidos à Delegacia Regional de Icó, na qual foram registrados Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO) por descumprimento do decreto estadual, que proíbe festas e aglomerações no Estado em razão da pandemia de Covid-19.

O vídeo, gravado pelo titular da Delegacia, Glauber Ferreira, mostra o momento em que os agentes chegam ao local. Na gravação, há dezenas de pessoas dançando e consumindo bebidas alcoólicas ao som de uma banda de forró.

Fim da festa

De acordo com Glauber, dezenas de pessoas pularam os muros do sítio e fugiram após a Polícia chegar ao local. Outras 40 pessoas tiveram seus dados colhidos e também devem ser alvos de TCOs, segundo o delegado.

Em telefonema ao procurador-geral adjunto, José Lucas justificou que estava comemorando seu aniversário de forma reservada, com poucos amigos. Ele afirmou que não promoveu aglomeração. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança

Assuntos Relacionados