Cearense comparsa de miliciano do RJ é preso em Maracanaú

As investigações apontam que o suspeito estava no Ceará há, pelo menos, seis meses.

Escrito por Redação, seguranca@svm.com.br

Segurança
Legenda: Polícia Civil prendeu em Maracanaú foragido da Justiça do Rio de Janeiro.
Foto: SSPDS/Divulgação

Um suspeito de estupro de vulnerável, estupro e ameaça no Rio de Janeiro foi preso, na tarde da última quinta-feira (10), em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza. Francisco Reginaldo Marques Alves Júnior, 35 anos, é apontado como comparsa de Wellington da Silva Braga, o Ecko, chefe de milícia no Rio.

Francisco Reginaldo Marques Alves Júnior, 35, é cearense e, depois de ter sido investigado por cometer crimes no Rio de Janeiro, retornou ao estado onde nasceu para tenar se esconder, informou a Secretaria da Segurança Pública do Ceará.

De acordo com a pasta, o suspeito tentou se estabelecer como comerciante em Maracanaú. Lá, ele tinha uma loja de assistência técnica para aparelhos celulares, onde foi preso. As investigações apontam que Francisco Reginaldo estava no Ceará há, pelo menos, seis meses.

Recambiado

Na manhã desta sexta-feira (11), o homem foi recambiado ao Rio de Janeiro, acompanhado pelos policiais civis de lá, onde deverá responder pelos crimes. A ação foi realizada de forma conjunta pela Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core) e do Departamento de Inteligência Policial (DIP), do Rio de Janeiro e do Ceará, respectivamente.

Assuntos Relacionados