Aumenta para 25 número de envolvidos em compra de votos e boca de urna no Ceará

A delegada Vanessa Gonçalves ressaltou que alguns suspeitos foram liberados mediante pagamento de fianças

Ao fim das votações neste primeiro turno das eleições de 2018, a delegada de Polícia Federal Vanessa Gonçalves Leite de Souza, titular da Superintendência Regional da Polícia Federal do Ceará, informou que 25 suspeitos envolvidos em compra de votos e boca de urna foram encaminhados à sede da PF/CE, em Fortaleza.

Conforme a delegada, dos 25, 11 foram presos em flagrante, principalmente, envolvidos em corrupção eleitoral. As outras 14 pessoas foram conduzidas à superintendência, onde foram lavrados Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) e, em seguida, liberadas.

"Ainda há ocorrências em andamento. Algumas pessoas presas foram liberadas mediante fiança. Quando não é possível verificar a situação flagrancial, é preciso enviar a ocorrência para o Ministério Público identificando a situação para requerer inquérito policial. A Polícia só pode instaurar inquérito em flagrante", informou Vanessa Gonçalves.

Ao meio-dia deste domingo (7), a assessoria da PF/CE havia informado que 15 pessoas tinham sido conduzidas para a Polícia Federal sob suspeitas de crimes eleitorais no Ceará. Destas, 14 foram detidas em Fortaleza e Região Metropolitana e um homem capturado em Juazeiro do Norte.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de segurança?