Achado corpo em carro de vereador desaparecido no PR

Escrito por Agência Estado,

Segurança

A Polícia Civil de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba, investiga o desaparecimento, desde sábado, do vereador de Mandirituba, município vizinho, Adão Valdir Carvalho (PTN), de 47 anos, casado e pai de dois filhos. Ontem, a polícia encontrou a Belina pertencente ao vereador totalmente queimada. No porta-malas, havia um corpo carbonizado. Em razão do estado em que o corpo foi encontrado, a identificação somente poderá ser feita com o exame de DNA. Três irmãos do vereador estiveram hoje no Instituto Médico Legal (IML) para coletar material. Carvalho está em seu segundo mandato como vereador.

A polícia começou hoje a ouvir familiares, amigos e pessoas que conhecem o vereador para tentar refazer seus passos no sábado. Ele teria saído de casa por volta de meio-dia com R$ 1 mil, demonstrando nervosismo. Às 17 horas, foi visto pela última vez, ainda na cidade. Logo depois das 19 horas, um de seus filhos tentou ligar para seu celular, mas ninguém atendeu. O carro queimado foi visto por uma mulher que ia à missa ontem na comunidade de Mato Branco dos Carvalho, a 15 quilômetros do centro da cidade. Ela foi alertada pelo cheiro forte de incêndio.

Apesar de o exame de DNA ainda não estar pronto, a polícia trabalha com a hipótese de que o corpo seja do vereador, visto que todas as evidências encaminham para isso. Em relação às motivações do crime, nada foi descartado, inclusive a possibilidade de motivação política. "Ele era bastante conhecido e identificado como um homem bom, de muita amizade e caridoso, capaz de parar com a Belina na rua para levar pessoas para casa" disse o superintendente da delegacia de Fazenda Rio Grande, Valdir de Córdova Bicudo.