Simpatizantes de Bolsonaro exibem armas de brinquedo durante carreata em Iguatu

O secretário de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho do município de Iguatu, Murilo Braga, exibiu uma metralhadora de plástico sobre um trio elétrico e gritou palavras de ordem

Simpatizantes do candidato a presidente Jair Bolsonaro realizaram, na noite desta sexta-feira (5), na cidade de Iguatu, região Centro-Sul do Ceará, uma carreata pelas ruas de vários bairros. A presença de pessoas portando armas de brinquedo em motos e sobre carrocerias de camionetas e carro de som chamaram a atenção dos moradores.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho do município de Iguatu, Murilo Braga, exibiu uma metralhadora de plástico sobre um trio elétrico e gritou palavras de ordem: "É Iguatu, é Ceará, é o Nordeste, é o Brasil... vai para a história', disse Braga num vídeo gravado por ele mesmo. 

Legenda: O secretário de Desenvolvimento Econômico de Iguatu, Murilo Braga, exibiu uma metralhadora de plástico sobre um trio elétrico e gritou palavras de ordem
Foto: Foto: VC Repórter/Reprodução

As imagens de militantes do candidato do PSL empunhando as armas de brinquedo repercutiram nas redes sociais. 

Muitos motociclistas participaram da mobilização sem uso de capacete. Na Avenida Perimetral, autoridades locais da Justiça Eleitoral intervieram para que usassem capacetes ou saíssem da carreata e àqueles que estavam em pé nas janelas dos carros era solicitado que voltassem ao assento dos veículos. 

No trajeto da carreata, havia várias viaturas da Polícia Militar e uma da Polícia Rodoviária Estadual. 

O blog não conseguiu localizar o empresário e secretário municipal, Murilo Braga, e nem o prefeito Ednaldo Lavor. 

Juiz e comandante da PM não vêem ilícito na conduta. Polícia Civil investigará suposta apologia ao uso de arma de fogo

A carreata foi fiscalizada pela Justiça Eleitoral, Polícia Militar e Polícia Federal, em pontos estratégicos da cidade. O objetivo era observar o cumprimento da legislação eleitoral, de trânsito e manter a segurança pública. 

O juiz da 13ª Zona Eleitoral (Iguatu, Cedro e Quixelô), Ramonilson Bezerra, esclareceu que todas as carreatas são fiscalizadas. Quanto à exposição de armas de brinquedo explicou que não se configura ilícito penal. “É um fato atípico, não há proibição”, pontuou. “Fiscalizamos o evento, mas não vimos ninguém com essas armas”. 

O magistrado esclareceu que carros e motos foram apreendidos.  “Observamos as infrações de trânsito, a falta de uso de capacete e embriaguez ao volante”, frisou. “Não há como fiscalizar toda a extensão da carreata, mas agimos em pontos estratégicos”. 

O promotor eleitoral, Alexandre Pascoal Konstantinou, disse que não observou o uso de armas de brinquedo. “Se tivéssemos visto teríamos conduzido a pessoa à delegacia, verificar se era arma de brinquedo, um simulacro porque pode se configurar um ato contra a paz coletiva, uma intimidação”. 

O comandante da Operação Militar nas Eleições 2018, no âmbito do 10º Batalhão de Polícia Militar de Iguatu, tenente-coronel, Clairton Abreu, explicou que a presença de viaturas ao longo da carreata é para segurança pública e fiscalização. “Faz parte do nosso planejamento”, disse. “Todos os eventos contam com a presença ostensiva da Polícia Militar”. 

Sobre a presença de armas de brinquedo portadas por alguns participantes foi taxativo: “Acompanhei o evento e não vi, é uma novidade, mas se for de brinquedo não se configura ilícito penal”.

Em nota, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) informou que teve conhecimento das imagens que circulam em redes sociais mostrando pessoas "exibindo objetos que fazem apologia ao uso de arma de fogo". De acordo com o órgão, "o caso será apurado, visando identificar a pessoa que aparece na situação em questão, e esta será notificada para prestar esclarecimentos".