Romaria deve levar 250 mil devotos a Juazeiro do Norte até encerramento da festa da Padroeira

As comemorações começaram ontem (8) com a Procissão dos Carroceiros e acabam no próximo dia 15 com missa e queima de fogos.

Legenda: A Procissão dos Carroceiros acontece há 47 anos e abre a Festa de Nossa Senhora das Dores, em Juazeiro do Norte.
Foto: Foto: Divulgação

A tradicional Romaria de Nossa Senhora das Dores, em Juazeiro do Norte, na região do Cariri cearense, faz parte da história do Município e, mais que isso, movimenta a economia da região, atraindo milhares de devotos do Ceará e de outros estados. Na edição deste ano, aproximadamente 250 mil pessoas devem visitar a cidade para a festividade religiosa. 

A romaria teve início ontem (8) com a tradicional Procissão dos Carroceiros. O cortejo, que já acontece há 47 anos, seguiu com o carro-andor com a imagem da Padroeira e cerca de 100 carroceiros de diversos bairros da cidade. A beleza é garantida pelos ornamentos religiosos feitos ano após ano em louvor à Das Dores e ao Padre Cícero que cobrem às carroças. Os devotos seguem da Fundação Leandro Bezerra de Menezes, responsável pela organização do evento, até a Praça do Romeiro, onde é celebrada a missa de abertura da Romaria. 

Em um dos marcos da festa, cerca de 60 mil romeiros e romeiras seguem até a Basílica Santuário de Nossa Senhora das Dores, aproveitando o período para louvar, adorar e se conectar com sua crença. Este momento, além de reunior o maior número de devotos durante a Romaria, marca o encerramento das comemorações, no próximo dia 15. Após o cortejo, acontece a benção e celebração finais.

Organização

Ao todo, 671 pessoas estarão trabalhando na organização da Romaria. A Secretaria de Saúde fará atendimentos médicos de urgência e emergência, com 86 profissionais divididos em pontos de circulação. A Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (Sedest) terá uma equipe de 40 profissionais realizando abordagem social. Para fazer a segurança do evento, 110 profissionais da Guarda Civil Metropolitana (GCM) e do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) estarão presentes nos locais de movimentação. Além disso, a Polícia Militar atuará com um efetivo de 60 policiais e de um grupo de 30 escoteiros. 
 
A Secretaria de Meio Ambiente e Serviços públicos estará com uma equipe de 275 profissionais realizando a limpeza e fiscalização dos espaços, além de fiscalizar e ordenar a atividades dos camelôs, que aproveitam a data para venda de alimentos e adereços religiosos. Além disso, a Secretaria de Turismo e Romaria (Setur) instalará uma tenda para concentrar os atendimentos ao romeiro nas proximidades da Igreja Matriz e contará com uma equipe de 20 agentes que se dividirão em diversas atividades. As demais secretarias atuarão com um total de 50 profissionais na execução de outros serviços.

Festa

A Romaria de Nossa Senhora das Dores abre um ciclo de eventos religiosos em Juazeiro do Norte. Tendo como destino final a Basílica Santuário de Nossa Senhora das Dores, os romeiros fazem o itinerário religioso por outros importantes monumentos, como a Capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, onde os restos mortais do Padre Cícero estão; a Colina do Horto, com vista à estátua do Padre Cícero, o museu e o santo sepulcro; além das igrejas do Sagrado Coração de Jesus e São Francisco das Chagas

No dia 14 de setembro, último dia antes do encerramento da festa, os romeiros ainda realizam a conhecida “procissão dos carros”, onde caminhões, ônibus e outros veículos se juntam numa grande carreata pelas principais ruas e avenidas do Município até o Santuário. No última dia da festa, 15 de setembro, ocorre um dos momentos mais aguardados pelos devotos, a popular “bênção do chapéu”, e, em seguida, a procissão de Nossa Senhora das Dores. Para encerrar a festividade, acontece a bênção diante do Santíssimo Sacramento seguida da tradicional queima de fogos.