Prazo para compra da vacina contra febre aftosa termina nesta sexta-feira (31)

A meta do Ministério da Agricultura de imunização é de 90%. Na véspera de encerramento da campanha, o Ceará apresenta índice de 77%

Legenda: A um dia do fim do prazo, 77% do rebanho foi vacinado. Meta é atingir os 90%
Foto: Wandenberg Belem

O prazo para compra de vacina contra a febre aftosa termina nesta sexta-feira (31) e os criadores têm até o fim de agosto para encaminhar declaração de imunização do rebanho bovino para a Agência de Defesa Agropecuária (Adagri) ou para os escritórios da Ematerce.

De acordo com a Adagri, a média de vacinação do rebanho até esta quarta-feira (29) era de 77% e as regiões dos Inhamuns e do Vale do Jaguaribe eram as que mais haviam vacinado, superando 80%. “Neste ano, os índices estão muito próximos entre as regiões cearenses”, observa o coordenador da campanha, no Ceará, Joaquim Sampaio.  

A meta de imunização do gado definida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) é de, no mínimo, 90%. A presidenta da Adagri, Vilma Freire, renovou o apelo aos criadores para a vacinação dos animais e o envio das declarações dentro do prazo para o Ceará alcançar a meta estabelecida pelo Mapa.

“Estamos ainda um pouco longe da meta do ministério, mas precisamos cumprir esse índice, pois estamos caminhando para tornar o Ceará zona livre de aftosa sem vacinação Se alcançarmos esse status as exportações de carne e de outros produtos serão ampliadas, favorecendo a economia regional”.

A campanha, neste ano, foi prorrogada por mais um mês por causa da pandemia do novo coronavírus, assim como o prazo de entrega de declaração que era de 15 dias e foi ampliado para 30 dias.

Multa

O presidente da Ematerce, Antonio Rodrigues de Amorim, lembrou que produtores estão sujeitos a multa e sanções, se não vacinar o rebanho. “Depois desse prazo, a compra da vacina só será permitida se o criador tiver autorização da Adagri, acompanhada de notificação e multa por cada animal”, explicou.

Se o criador não vacinar o gado, haverá aplicação de multa no valor de R$ 22,50 por animal. Terminado o prazo de compra de vacinação, é necessário o criador obter uma autorização da Adagri para aquisição das doses. “Se o criador tiver vacinado o rebanho, e não encaminhar a declaração também sofrerá multa”, lembra Sampaio.

Zona livre

Caso o Ceará alcance a meta na campanha atual e em novembro próximo, o Programa Nacional de Febre Aftosa (PNEFA), Plano Estratégico 2017 – 2026, prevê que a última etapa de vacinação contra a doença poderá ocorrer em maio de 2021, quando o estado deve se tornar livre de febre aftosa sem vacinação.

O estado livre de febre aftosa sem vacinação é reconhecido nacionalmente pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e internacionalmente, pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Declaração

A declaração poderá ser enviada até o fim de agosto por meio de e-mail para Adagri, portal do produtor e ainda de forma presencial nos escritórios da Adagri e da Ematerce. A Adagri estima o rebanho em cerca de 2,6 milhões de bovinos e 1,4 mil de bubalinos no Ceará.

 

Você tem interesse em receber mais conteúdo da região do Ceará?