Nível do Rio Coreaú baixa e famílias começam a voltar para casa

Contrariando a orientação da Defesa Civil do município, alguns moradores retornaram ao bairro Lagoa Grande, um dos mais atingidos pela cheia do rio

Legenda: A barragem Lima Brandão, que recebe água do rio Coreaú, também está com volume menor.
Foto: Foto: Mateus Ferreira

As fortes chuvas que atingiram o Município de Granja, na região Norte do Estado, nos últimos dias, fizeram o nível do Rio Coreaú chegar a quase quatro metros acima do normal. Nesta sexta-feira (12) o nível de água baixou e está na altura de 2,60 metros em seu leito normal. Com o escoamento da água, muitos moradores começaram a retornar para suas casas.

Os bairros Barrocão e Lagoa Grande foram os mais afetados. A equipe do Sistema Verdes Mares esteve hoje na Lagoa Grande, antes completamente inundada. No local, aproximadamente 50 famílias deixaram seus lares e 15 ainda permanecem no aluguel social.  

Contrariando a orientação da Defesa Civil, de não retornarem ao local, muitas famílias decidiram voltar. É o caso de dona Conceição do Nascimento, 72 anos, que regressou há dois dias ao bairro. Ela havia deixado o imóvel semana passada, durante a cheia do Rio Coreaú. A aposentada conseguiu salvar alguns móveis, mesmo assim o prejuízo foi grande. 

Legenda: Aproximadamente 50 famílias deixaram seus lares no bairro Lagoa Grande.
Foto: Foto: Mateus Ferreira

Quanto à orientação da Defesa Civil, Francisco Aquino, chefe do órgão na cidade, aponta: “Nosso rio hoje voltou para o leito normal dele, mas aconselhamos que as famílias fiquem onde estão, não retornem ainda. Não temos como dar uma previsão, temos um temor de que o rio volte a subir, já que é muito provável que volte a chover no mês de abril”. 

A barragem Lima Brandão, que recebe água do Rio Coreaú, também está com volume menor, mas se voltar a chover a probabilidade de subir novamente é grande. A maior cheia do rio foi em maio de 2009. Na época o Município ficou inundado.