Municípios festejam padroeiro S. Sebastião

Legenda:
Foto:
São Sebastião, conhecido popularmente como aquele que protege contra a fome, a guerra e a peste, é festejado no dia 20 de janeiro. O santo é padroeiro de oito das 184 cidades cearenses. Nos municípios de Itapipoca, Apuiarés, Choro, Ipú, Monsenhor Tabosa, Mulungu, Nova Olinda e Pedra Branca o clima é de festa. Em cada um deles, a programação inclui missas, novenas, procissões, caminhadas e outras atividades religiosas, além da programação social que toma conta dos moradores e católicos devotos do santo. A cada ano, os festejos reúne milhares de fiéis. Cada município comemora ao seu modo, com pregações nos dez dias de festa.

Em Itapipoca, a 130 quilômetros de Fortaleza, São Sebastião recebeu o título de co-padroeiro e sua festa chega a concentrar 15 mil pessoas, o que de longe ultrapassa o número de fiéis que prestigiam a padroeira titular, Nossa Senhora das Mercês. A exemplo dos anos anteriores, a festa em homenagem a São Sebastião começa com a tradicional procissão da bandeira. A programação inclui quatro caminhadas, com saídas da catedral, bairro da Ladeira, Área Nobre e Jenipapo. Fiéis provenientes de várias paróquias do município portando bandeirinhas coloridas participam do evento que acontece na igrejinha de São Sebastião, no centro da cidade.

Os festejos serão realizados no período de 10 a 20 deste mês com novenários, caminhadas, missas e procissões. Com o tema “São Sebastião, exemplo de evangelização e profetismo na vida da Igreja” , a programação termina dia 20, quando serão realizadas três missas (7 e 9 horas) e procissão (16hs). O cortejo será presidido pelo bispo dom Antônio. Segundo padre Wilson, vigário da catedral e coordenador-geral da festa, a apresentação do alto de São Sebastião, dia 14, será uma das atrações da programação. Ele explica que após a última novena, acontecerá o tradicional leilão. A festa é considerada o maior evento religioso da região. No município, os agricultores esperam as chuvas no dia de São Sebastião, contrariando a tradição cearense de aguardar o início do período chuvoso no dia de São José, 19 de março.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará