Mesmo após reparos, motoristas ainda enfrentam buracos na BR-116

Segundo a PRF, os motoristas devem ficar atentos principalmente no trecho entre Chorozinho e Jaguaribe

Legenda: Cones alertam os motoristas dos perigos dos buracos na BR-116, na cidade de Chorozinho
Foto: VC Repórter

Mesmo após reparos na via no início da Semana Santa, os motoristas ainda enfrentam buracos na BR-116, porém, o trânsito flui com mais normalidade nesta segunda-feira, 22. Na saída para o feriadão, quem seguiu para o interior pela rodovia teve de esperar em um congestionamento que começava na cidade de Chorozinho por causa dos buracos e do maior fluxo de carros.

O funcionário público, Teogenes Neto, estourou um pneu na manhã desta segunda ao passar por um buraco na rodovia no quilômetro 58. "A pancada foi tão forte que amassou o aro. O pneu não estourou. É um aro resistente. Mas vou ficar no prejuízo pois vou ter que arrumar o aro", reclama.

Ainda segundo Teogenes, a situação está complicada até a cidade de Banabuiú. "Muito buraco. Até entrada do Banabuiú está insuportável. Maior parte é na entrada de Banabuiú", disse. Os motoristas relatam buracos até a cidade de Quixadá. 

Trechos que merecem atenção

A Polícia Rodoviária Federal do Ceará (PRF-CE) recomenda atenção para os motoristas que passam  pela rodovia principalmente, no trecho entre os municípios de Chorozinho e Jaguaribe. "A parte crítica é a que situa-se entre Chorozinho e Jaguaribe", afirmou o inspetor da PRF-CE, Flávio Maia. 

Trechos com pavimentação ruim

Somente nas estradas federais que cortam o Estado, pelo menos 17 trechos de rodovias – o que correspondente a cerca de 542 quilômetros – estão com a estrutura comprometida por buracos no pavimento, demandando cuidados durante o deslocamento. Os dados são da PRF/CE.

Trechos danificados na BR-116 

  • Do km 60 ao km 250, entre Russas e Chorozinho 
  • Do km 252 ao km 283, entre Nova Jaguaribara até Jaguaribe 
  • Do km 340 ao km 370 e do km 400 ao 422, no trecho de Icó 
  • Do km 480 ao km 506, próximo de Milagres

Congestionamentos no feriado de Páscoa

Motoristas que trafegaram pela rodovia, na altura do km 68, enfrentaram um grande congestionamento no início de feriado da Páscoa. O problema foi causado principalmente por dois buracos na via. 

"Geralmente levo quatro horas para fazer percurso de Fortaleza para Mombaça e ontem fui surpreendido com mais quatro horas de engarrafamento entre Pacajus e Chorozinho", reclamou o engenheiro civil Pedro Ferreira. "O motivo é só por causa de buracos", completou.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) foi acionado e tapou parte dos buracos.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará