Mês de maio apresenta grande defasagem hídrica

Caso persista a tendência dos últimos dias, o mês de maio, o quarto e último da quadra chuvosa, será o de maior defasagem hídrica

Choveu em apenas quatro municípios da última sexta-feira até as 8h50 de hoje, de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Nas últimas 24 horas, apenas Senador Sá (24,8 mm) e Itapipoca (4,4 mm) registraram precipitações. A defasagem hídrica nos 18 primeiros dias de maio é de 61,6%. A média histórica do período é de 89,0 e tivemos o registro de apenas 34,5%. Se persistir a tendência atual, o último mês da quadra chuvosa será o mais precário até aqui.

Conforme a Funceme, "observam-se poucas nuvens sobre o Ceará. A pouca nebulosidade está associada à atuação de uma massa de ar seco sobre parte do setor norte do Nordeste (NE) brasileiro, padrão observado nos últimos dias.

Previsão

Para o restante do dia de hoje, teremos "céu entre parcialmente nublado e claro em todas as regiões do Ceará. Amanhã, "áreas de instabilidade atmosférica devem deixar o céu com nebulosidade variável entre a madrugada e a manhã. No decorrer do dia, céu entre parcialmente nublado e claro em todas as regiões cearenses'.

Para esta quarta-feira, "o Ceará deverá ficar sob a influência de áreas de instabilidade atmosférica. Por isso, o céu ficará com nebulosidade variável e com possibilidade de chuvas isoladas no centro-sul, principalmente entre a madrugada e manhã. Nas demais regiões, céu parcialmente nublado passando a claro longo do dia".

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará