Gasolina do Ceará é a segunda mais cara do Nordeste; Crateús tem o preço mais elevado no Estado

O preço da gasolina em território cearense varia de cidade para cidade: Crateús cobra o preço mais elevado, enquanto Caucaia tem o mais em conta

A alta do preço dos combustíveis vem preocupando os consumidores do Interior do Estado. A diferença entre valores é considerável entre alguns municípios. Pesquisa divulgada pela A gência Nacional de Petróleo (ANP) neste domingo, realizada  entre os dias 18 e 24 de outubro, aponta que Crateús apresenta o preço médio mais alto do litro no Estado, R$3,82, contra R$3,51 cobrado em Caucaia, o menor do Estado.

Segundo o mesmo levantamento, o Ceará se destaca negativamente no Nordeste em termos de alta, ficando em segundo lugar. Com um preço médio de R$ 3,65, é superado apenas pela Bahia, com R$3,69. No País, o Ceará é o nono colocado.

No que diz respeito ao etanol, Sobral acusa o preço médio mais alto, R$ 2,83. Já Iguatu cobra apenas R$ 2,70 pelo litro, o mais em conta. Em Fortaleza, o litro de etanol custa, em média R$ 2,77.

O aumento do preço da gasolina e do diesel foi anunciado pela Petrobras no fim de setembro.

Tabela ANP

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará