Forças de segurança orientam e fiscalizam estabelecimentos de Juazeiro do Norte

O descumprimento às medidas de suspensão acarreta em multa diária de R$ 50 mil, além de medidas como apreensão e interdição.

Foto: Foto: Relações Públicas 2º BPM

As forças de segurança de Juazeiro do Norte estão promovendo ações preventivas e de conscientização para que a população compra os protocolos de combate ao novo coronavírus. Ontem (23), através da Força Tática e do Policiamento Ostensivo Geral, donos de uma borracharia e de uma loja de móveis foram orientados a fechar as portas. Apenas estabelecimentos de serviços essenciais, como farmácias e supermercados, estão autorizados a ficar abertos.

Equipados com uso de luvas e máscaras de proteção, os policiais também reforçaram pontos sensíveis da terra do Padre Cícero, como o Centro da cidade, visando evitar crimes como arrombamentos e furtos, bem como fiscalizar o cumprimento do Decreto estadual que regula o funcionamento dos estabelecimentos públicos e privados. 

O tenente Lindemberg Alencar, comandante da Força Tática e da Subagência de Inteligência do 2° Batalhão da Polícia Militar (2º BPM), reforçou que a polícia não medirá esforços para promover as ações preventivas e orientar a população. “Sabemos que nossa luta e grande contamos com a ajuda da população juazeirense. Juntos poderemos superar esse desafio. Como guardiã do Estado, a PM ficará ao lado da população nesse momento difícil”, reforçou.  

O agente de segurança explica que primeiro foi feito o trabalho de conscientização, mas até agora não houve nenhum problema legal. “Ao contrário, ficamos satisfeitos com a consciência que a população está tendo em se manter quarentenado”, enfatizou Lindemberg. No último final de semana, apenas a borracharia e a loja de móveis estavam abertas. Seus donos não foram autuados, mas orientados a fechar as portas.  

O poder público municipal também tem agido, através da Guarda Civil Metropolitana (GCM), Vigilância Sanitária e Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos. Para evitar aglomerações, fiscalizou os mercados do Pirajá e Senhora Santana, além da Feira do Troca. O comandante da GCM, Cícero Ricardo da Silva, reforçou que devem ser evitadas também reuniões nas calçadas de casa e nas praças.  

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará

Assuntos Relacionados