Empresa de ônibus entregará relatório ao Dnit

Má sinalização, falta de manutenção e a presença de animais na estrada são alguns dos itens listados no documento, que solicita intervenção do órgão para evitar acidentes

Representantes da Viação Princesa, empresa de ônibus intermunicipal, irão apresentar amanhã, às 9 horas, ao superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Diógenes José Tavares Linhares, um relatório circunstanciado que aponta alguns sérios problemas nas rodovias federais que cortam o Ceará. Má sinalização, falta de manutenção e a presença de animais na estrada são alguns dos itens listados no documento, que solicita intervenção do órgão para evitar acidentes.
As deficiências apontadas estão relacionadas entre as causas de acidentes para quem trafega nas rodovias cearenses. Dados recentes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), por exemplo, apontam que a presença de animais na pista causou 156 acidentes entre janeiro e outubro deste ano, com 17 mortes e cerca de 110 feridos.
O relatório apresenta dados com enfoque na BR-020, que, no trecho cearense, liga Fortaleza à divisa com o Piauí. De acordo com Mário Albuquerque, diretor da Viação Princesa, empresa que opera linhas na região, a área conhecida como Serra do Facão, entre Boa Viagem e Cruzeta, é um dos pontos críticos. “A estrada está danificada, necessita de reparos e a sinalização está precária. Por vários pontos, motoristas tem que ter cuidado ao trafegar neste trecho devido à existência de várias obstruções pelo caminho, inclusive animais na pista”, informa.
Os trevos que dão acesso a diferentes localidades, como Maranguape, Canindé, Santa Cruz do Banabuiú, Tauá e Parambu, também são identificados como áreas de risco.
Para o diretor, o mapeamento que está sendo entregue pela empresa serve de base para que as ações sejam implementadas. “Nossa disposição é auxiliar os órgãos para que este relatório possa acelerar a execução dos reparos. Esses problemas atingem toda a sociedade, não só os usuários de ônibus, e trabalhamos para que o tráfego nas rodovias seja feito em absoluta segurança”, afirma.


 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará