Chuva intensa alaga ruas, casas, creche e fábrica em Itapipoca

De acordo com o Corpo de Bombeiros, foram registrados vários pontos de alagamento na cidade

Legenda: A creche do Bairro Madalenas ficou cheia de lama.
Foto: Foto: VC Repórter

A chuva intensa registrada na noite desta quarta-feira (10) alagou ruas, casas e uma fábrica no município de Itapipoca, na zona norte do Ceará. Durante a chuva, também houve a queda do muro de uma creche, e as salas e os corredores da instituição ficaram cheios de lama. Na última segunda-feira (8), pontes que ficam sobre os rios do Córrego do Bode e do Assentamento Maceió romperam devido às fortes precipitações que atingiram a cidade.

Entre as 7h da quarta e as 7h desta quinta-feira (11), o acumulado de chuvas chegou a 122,6 mm na cidade, segundo dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). De acordo com o Corpo de Bombeiros, foram registrados vários pontos de alagamento. Agentes foram às ruas acompanhar a situação e fazendo a checagem das ocorrências.

A Avenida Monsenhor Tabosa, uma das vias principais da cidade, ficou alagada e a água invadiu comércios e residências localizadas na região.

Uma correnteza foi formada nas ruas do Bairro Madalena e muitas casas foram inundadas. A região foi uma das mais afetadas pelas chuvas. 

Entre as casas atingidas no Bairro Madalena está a da mãe de Victor Renan Montenegro Fonseca, que precisou improvisar para que os móveis não fossem danificados pela água. “Conseguimos salvar a geladeira, a cama e os sofás. Colocamos o que pudemos em cima de cadeiras”, afirma.

Uma fábrica de calçados também foi invadida pela água e os funcionários usaram caixotes para evitar que as mercadorias fossem estragadas.

Legenda: Caixotes são usados para evitar que mercadoria seja danificada pela água que invadiu a fábrica.
Foto: Foto: VC Repórter