Centro-sul apresenta melhor desempenho no Cadastro Ambiental Rural

Ao todo, 109 Municípios do Levantamento Fundiário do Instituto do Desenvolvimento Agrário do Ceará (Idace) participaram do projeto de adesão ao CAR

O Centro-Sul do Estado apresentou o melhor desempenho na campanha da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) para inscrever pequenos proprietários no Cadastro Ambiental Rural (CAR) - a região atingiu 89,5% da meta. O projeto teve duração de 21 meses e ocorreu nos 109 Municípios do Levantamento Fundiário do Instituto do Desenvolvimento Agrário do Ceará (Idace).

Nos últimos cinco anos, foram feitos 236.943 cadastros, incluindo imóveis pequenos de até quatro módulos fiscais; médios, de quatro a 15 módulos; e acima de 15 módulos. As metas estabelecidas do projeto foram quantificadas a partir das poligonais medidas pelo Idace até 2013. Para o município de Senador Sá, que atingiu 135,5% da meta estabelecida, 110 imóveis estavam disponíveis, sendo que 149 foram contemplados. 

O resultado contribuiu para o Ceará ficar na 8ª posição no ranking do CAR por estado.

Meta 

O serviço ficou disponível para proprietários ou posseiros da agricultura familiar em onze regiões do Estado. A meta era cadastrar 166.307 proprietários mas, ao final do projeto, 110.853 foram alcançados -  66,4% do total. Vale ressaltar que alguns proprietários já haviam feito o cadastro antes do projeto começar, enquanto outros não se enquadram como agricultores familiares. 

Ao todo, a Semace realizou 414 atividades de mobilização nos 109 municípios de intervenção do projeto, nas sedes municipais, distritos e comunidades. Segundo a coordenadora da Unidade Gerencial de Projeto de implementação do Cadastramento dos Imóveis Rurais no Ceará, Tereza Bezerra, há uma série de benefícios para quem fizer o cadastro no CAR.

“Ter a possibilidade de regularizar o imóvel rural do ponto de vista ambiental, a partir de um planejamento real de sua área, sendo quantificada a reserva legal. Além disso, fica permitido ter acesso aos benefícios para ao aderir ao Programa de Regularização Ambiental (PRA)”, enfatiza.
 
 

Resultados
 
A região Centro-sul atingiu 89,5% (15.580) de cadastros realizados no período, sendo que sete Municípios ficaram acima da meta: Baixio, Cedro, Icó, Iguatu, Ipaumirim, Lavras da Mangabeira e Umari.

Pequenos proprietários que deixaram de comparecer ao chamado da Semace devem procurar a prefeitura, os postos da Ematerce ou o sindicato dos trabalhadores rurais de seu respectivo Município. Nessa unidades, existem computadores conectados à internet e pessoal treinado pela autarquia para fazer o cadastro.

O recibo do CAR é exigido para contratar com o governo, nos programas de apoio à agricultura familiar. De acordo com a coordenação do CAR, quem já se cadastrou deve esperar as próximas fases de análise e de validação do cadastro. A meta é validar 270 mil cadastro, até 2022.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará

Assuntos Relacionados