Nissan Leaf

Conheça os diferenciais do carro elétrico mais vendido do mundo.

leaf
O Leaf foi apresentado pela primeira vez na América Latina no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro de 2018. Foto: Divulgação

O mundo já é dos carros elétricos e o Brasil começa a dar seus primeiros passos rumo a essa tecnologia veicular sem volta. Por aqui as opções de modelos e marcas começam a surgir. E o carro elétrico mais vendido do mundo, o Nissan Leaf, já está sendo comercializado nas concessionárias desde julho. 

Seu preço: R$ 195 mil. Mas como é a tecnologia inovadora desse carro? Que diferenciais ele tem? Para começar, o motor e a autonomia. O Leaf tem conjunto de baterias de íon-lítio de 40 kWh com desempenho linear e entrega potência equivalente a 149 cv (110 kW). Seu torque é de 32,6 kgfm, com emissão zero de poluentes e nível de ruído zero. 

Detalhe: essa bateria dá uma autonomia de 240 km com um ciclo completo de carga. Há três maneiras de recarregar a bateria do Leaf. O carro está preparado para ser carregado com correntes baixas, de até 12A a 16A, o que significa que é possível recarregá-lo usando uma tomada residencial comum, de 120V a 220V. Por esta via, o carregamento é concluído de 20h a 40h. Contudo, os proprietários do Leaf já têm direito, sem nenhum custo adicional, a receber a instalação do carregador de parede (Wall Box) em sua residência, que acompanha um cabo de emergência e um adaptador para plug tipo 2. Por meio do Wall Box, o Leaf é recarregado completamente entre 6h e 8h.

Além do desempenho animador proporcionado pelo torque imediato, outro destaque que diferencia o Leaf de outros modelos à venda no Brasil é a possibilidade de conduzi-lo utilizando  apenas um pedal, basicamente. Por meio do botão “e-Pedal” situado no console central, o Leaf é capaz de concentrar no pedal da aceleração outras duas funções quando ele não está sendo acionado pelo motorista: a regeneração da bateria e a frenagem. Na prática, isso significa que em 90% das situações de uso cotidiano, basta o motorista tirar o pé do acelerador
para que o veículo pare de maneira gradual e suave, sem a necessidade de pressionar o freio (a não ser em situações de emergência). 

O efeito do e-Pedal é ainda mais sensível quando o Leaf está em modo Eco de condução. Neste modo, o veículo reforça a regeneração de energia da bateria por meio do aproveitamento da energia que seria desperdiçada nos freios, provocando uma frenagem mais acentuada sem precisar do pedal esquerdo. Como resultado, o modo Eco é capaz de aumentar a autonomia em até 6%. 

O recurso traz comodidade para o motorista, assim como contribui para a segurança ao volante. E falando em segurança, o Leaf se aproveita de um conjunto de tecnologias batizado de Nissan Intelligent Safety Shield, que engloba uma série de assistentes de condução semi-autônoma para auxiliar o motorista no dia a dia. De série, ele conta com controlador de cruzeiro  adaptativo (que mantém distância programada do veículo à frente), alerta e assistente de permanência na faixa, frenagem autônoma de emergência, alerta de tráfego traseiro e detector de ponto cego. 

Ainda há seis airbags, visão 360º para manobras, alerta inteligente de atenção do motorista, controle dinâmico de chassi, controle eletrônico de estabilidade e de tração, sistema de partida em rampas e sistema de monitoramento de pressão dos pneus.

O pacote de equipamentos de série do Leaf inclui uma lista extensa de itens de estética, conforto e conveniência, como bancos dianteiro com aquecimento, ar-condicionado automático, central multimídia A-IVI compatível com Android Auto e CarPlay, painel parciamente digital com tela de 8’’ e roda de 17’’. 

O condutor do Leaf pode ainda escolher entre três modos de condução. Eco, que ajuda a limitar o desempenho do motor e economizar energia; B, que usa frenagem regenerativa mais potente para recarregar com mais eficiência a bateria, sem comprometer a potência do veículo e o modo D, que é normal, com a potência máxima do motor.

Ficha técnica:
Motor:
Baterias de íon-lítio de 40 kWh
Potência: 149 CV/110 kW
Torque: 32,6 kgfm
Câmbio: Automático
Autonomia: 240 km
Preço: R$ 195 mil