Vereador de Fortaleza diz ter recebido ameaças de morte após discursos na Câmara

Segundo ele, os ataques são comuns sempre que faz pronunciamentos duros contra “bolsonaristas"

Escrito por Felipe Azevedo / Igor Cavalcante, igor.cavalcante@svm.com.br

PontoPoder
Vereador Gardel Rolim, líder do Governo Sarto na Câmara de Fortaleza
Legenda: Vereador Gardel Rolim, líder do Governo Sarto na Câmara de Fortaleza
Foto: Érika Fonseca/CMFor

Líder do Governo José Sarto (PDT) na Câmara de Fortaleza, o vereador Gardel Rolim (PDT) revelou, nesta quinta-feira (30), que sofre ameaças após discursos no Plenário. Segundo ele, os ataques são comuns sempre que faz pronunciamentos duros contra “bolsonaristas”.

“Quem está na vida pública tem que aguentar. Eu já aguentei muito, de tudo. Vereador criticando projeto meu na tribuna sem ter lido. Quando faço pronunciamento duro, principalmente direcionado a bolsonaristas, meu gabinete recebe ameaças de morte, gente ligando pro meu gabinete e ameaçando. No início, eu me incomodava, depois, resolvi respirar, e a convicção que eu tenho é que Deus tá vendo”, disse.

VEJA O RELATO DAS AMEAÇAS

Procurado pelo Diário do Nordeste, o vereador disse que as ameaças ficaram mais intensas durante o período da pandemia, quando ele apresentou uma proposta para estimular a vacinação contra a Covid-19 em Fortaleza. 

“Pedi para a assessoria não atender os telefonemas por alguns dias”, disse. O parlamentar, no entanto, disse que não denunciou as ameaças à Polícia. “(Eram) palavras de baixo calão, dizendo que o vereador merecia morrer”, relatou Rolim.