Deputado federal diz na Câmara que Mato Grosso do Sul fica na região Sul: 'coisas do improviso'

Na ocasião, o parlamentar acusou quem elaborou o texto de ter cometido um erro de Geografia

Deputado federal Hélio Costa, de Santa Catarina, diz na Câmara que Mato Grosso do Sul fica na região Sul
Legenda: Hélio Costa foi o deputado federal mais votado em Santa Catarina nas eleições de 2018. Ele recebeu 179.307 votos
Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados

O deputado federal por Santa Catarina Hélio Costao (Republicanos) disse, durante a sessão da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara Federal, que o Mato Grosso do Sul fica região Sul do Brasil, não na Centro-Oeste. O vídeo com a afirmação viralizou nas redes sociais. As informações são do G1.

Em nota, o deputado admitiu o equívoco: “Fiz uma fala pensando na divisão do Banco Regional de Desenvolvimento (BRDE), que envolve 4 estados: Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul. Acabei incluindo o Mato Grosso do Sul na região Sul, mas na verdade pertence à região Centro-Oeste. Coisas do improviso. Acontece".

A declaração foi feita na tarde de terça-feira (14), quando o parlamentar segurou um documento em mãos e tentou "corrigir" a informação que dizia que o Mato Grosso do Sul é um Estado da região Centro-Oeste.

Erro de Geografia

“O Mato Grosso do Sul é da região Sul. Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, aqui ele está na Centro-Oeste”, afirmou, ao mostrar o papel. Ele acusou quem elaborou o texto de ter cometido um erro de Geografia.

Na ocasião, ele foi questionado por um colega, e insistiu: "é na região Sul. O Mato Grosso do Sul é da região Sul. É Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Aqui, está na Centro-Oeste".

Mais votado de Santa Catarina

A sessão teve a presença do ministro do Trabalho, Onix Lorenzoni. Hélio Costa é integrante titular da comissão e falava sobre demandas do BRDE quando cometeu o equívoco.

O parlamentar de foi o deputado federal mais votado em Santa Catarina nas eleições de 2018. Ele recebeu 179.307 votos.