Aziz ironiza defensores da cloroquina ao citar vencedores do Nobel: "pensei que estavam concorrendo"

Senador questionou ironicamente o motivo de adeptos ao uso do medicamento não terem sido premiados com uma das maiores honrarias da Medicina; assista ao vídeo

Durante abertura da sessão desta terça-feira (5), o presidente da CPI da Covid-19, Omar Aziz (PSD-AM) teceu comentários irônicos aos brasileiros que defendem o uso da hidroxicloroquina no tratamento contra o coronavírus.

"Ontem assistindo à TV e lendo: saiu dois americanos, um deles libanês naturalizado americano, que ganharam o Prêmio Nobel Medicina. Pensei que o pessoal do Brasil que estava concorrendo, que prescreveu cloroquina, que induziu o povo a tomar cloroquina, nenhum dele foi citado sequer", afirmou Aziz.

Nesta terça, a CPI da Covid ouve o empresário Raimundo Nonato Brasil, sócio-administrador da VTCLog, empresa de logística que tem contrato com o Ministério da Saúde com suspeita de irregularidades.

A VTCLog é responsável pelo armazenamento e distribuição de insumos de saúde, incluindo as vacinas contra a Covid-19. A CPI busca informações sobre a relação da empresa com o governo federal e se houve algum favorecimento ilegal ao ex-diretor do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, exonerado em junho após ser acusado de cobrar propina para a aquisição de vacinas.