TSE aprova envio de tropas federais para Fortaleza e Caucaia no 2° turno da eleição

Os militares também atuaramnos municípios durante a realização do 1° turno, no dia 15 de novembro

Esta é uma imagem das Tropas Federais no 1° turno em Fortaleza
Legenda: Tropas Federais no 1° turno em Fortaleza no bairro Jacarecanga
Foto: Marcella de Lima

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, atendeu, na terça-feira (24), o pedido do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) para envio de tropas federais durante a realização do 2° turno em Fortaleza e Caucaia. Os militares atuarão para garantir a segurança durante a votação e a apuração dos votos.

As tropas federais também atuaram nos municípios durante a realização do 1° turno na eleição 2020. Além de Fortaleza e Caucaia, Maracanaú, Sobral, Crato, Barbalha, Juazeiro do Norte, Itaitinga, Horizonte, Pacajus e Ibicuitinga receberam reforço dos militares no dia 15 de novembro. 

Durante a realização do 1° turno, a 10ª Região Militar empregou o total de 900 militares para reforçar a segurança nesses municípios. O pedido foi autorizado em 20 de outubro pelo Governo Federal. 

De acordo com o ministro Luís Roberto Barroso, os critérios utilizados para ceder as forças federais ao Estado foram histórico de conflitos em pleitos anteriores, efetivo reduzido da Polícia Militar, necessidade de garantir segurança e integridade à sede do cartório eleitoral e de servidores e o acesso difícil entre as localidades.

Força Nacional

Além das tropas federais, Caucaia deve receber também o reforço da Força Nacional durante a realização do 2° turno. Os agentes da Força Nacional também atuaram no município no 1° turno. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política