TRE-CE projeta redução do eleitorado apto a votar em Fortaleza

A estimativa do órgão aponta que mais de 350 mil eleitores da Capital não conseguirão fazer o recadastramento biométrico até novembro. A menos de 90 dias para o fim do prazo, 718 mil fortalezenses ainda estão sem biometria

Legenda: Presidente do TRE-CE, desembargador Haroldo Máximo, e a coordenadora do cadastro eleitoral, Lorena Belo, repassaram informações à imprensa, ontem
Foto: Foto: Kid Júnior

A baixa procura dos fortalezenses pelo cadastramento biométrico deve impossibilitar que o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) atinja a meta de registro do eleitorado por biometria na Capital. Isso porque 718 mil eleitores ainda não procuram os postos de atendimento do órgão para realizar o procedimento. A quantidade representa 40,3% do eleitorado de Fortaleza (1,7 milhão de pessoas). Os dados foram divulgados, ontem, pelo presidente do Tribunal, desembargador Haroldo Máximo, em reunião com a imprensa.

O objetivo, segundo o TRE-CE, era registrar a digital de, pelo menos, 80% dos fortalezenses até 29 de novembro, data máxima para o cadastramento biométrico na Capital - iniciado em fevereiro deste ano. Por conta do elevado índice de pessoas sem biometria a menos de 90 dias para o fim do prazo, a Justiça Eleitoral precisaria receber 6.364 eleitores por dia, o que, segundo o órgão, não é mais possível.

"Atualmente, nós podemos atender mais de 4 mil pessoas diariamente na Capital, com conforto. No entanto, a média de comparecimento é de 2 mil pessoas. Hoje, já não tem como o Tribunal atender 6.364 por dia, quantidade necessária para atingir 80% do eleitorado de Fortaleza", informou Lorena Belo, coordenadora do cadastro eleitoral.

O cenário da Capital tem preocupado o órgão, porque os que não fizerem a biometria terão o título cancelado e, consequentemente, não poderão votar nas eleições de 2020. Ou seja, pelo menos 20% do eleitorado de Fortaleza sofrerá a penalidade. O percentual corresponde a mais de 350 mil pessoas aptas a votar. "Essa situação tem nos preocupado bastante, porque é uma parcela que vai ficar sem votar", frisou Máximo.

A situação no interior do Estado, no entanto, é oposta à da Capital. Nas eleições de 2018, 4,9 milhões de eleitores cearenses, dos 6,4 milhões aptos a votar, utilizaram a biometria. Dos 184 municípios cearenses, 129 já têm 100% das digitais dos eleitores cadastradas. A obrigatoriedade do cadastramento biométrico para os 55 municípios restantes, incluindo Fortaleza, ficou para este ano.

Destes, de acordo com Lorena Belo, 17 já concluíram o recadastramento. Ao todo, no Estado, mais de 950 mil eleitores ainda não registraram a digital em um posto de atendimento do órgão. Para tentar atender o maior número de eleitores possível, o TRE-CE disponibilizará uma unidade móvel na Praça do Ferreira, no Centro da Cidade, de 16 a 20 de setembro.

Estratégias

A coordenadora do cadastro eleitoral do órgão destaca, ainda, que o veículo prestará atendimentos itinerantes nos bairros de maior vulnerabilidade social na Capital e com o menor número de biometrias cadastradas.

Além disso, o Tribunal disponibiliza 15 postos de atendimento na Capital. O número de locais será aumentado ainda este mês, com a entrega de mais dois equipamentos do órgão no Centro de Inclusão Tecnológica e Social (CITS) do bairro José Walter e no North Shopping Fortaleza. Para realizar o recadastramento, é necessário levar apenas um documento de identificação oficial com foto e comprovante de residência.

Os eleitores que não fizerem o cadastramento dentro do prazo estipulado terão o título cancelado automaticamente. A penalidade traz uma série de consequências. Entre elas, impedimentos de realizar matrícula em instituições de ensino da rede pública, se inscrever ou ser chamado em concurso público, tirar passaporte e solicitar empréstimos em banco, além do cancelamento de benefícios sociais, como Bolsa Família. Para servidores públicos, a punição é instantânea, com a suspensão de salários até a regularização do título de eleitor.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de política?