TRE cassa mandato de governador de Sergipe; cabe recurso no TSE

Justiça eleitoral considerou que o gestor estadual usou a máquina pública em favor de sua reeleição

Legenda: Belivaldo Chagas ainda não comentou a decisão do TRE
Foto: Foto: PSD/Divulgação

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Sergipe decidiu, ontem, cassar o mandato do governador do estado, Belivaldo Chagas, e da vice-governadora, Eliane Aquino, por abuso de poder político. Por 6 votos a 1, o tribunal entendeu que o governador usou a máquina pública em favor de sua reeleição. Apesar da decisão, Belivaldo e Eliane devem continuar no cargo enquanto recorrem ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O Conselho de Ética da Assembleia Legislativa deve se reunir, hoje, a portas fechadas, para avaliar o parecer do ouvidor, deputado Romeu Aldigueri (PDT), sobre as representações feitas por dois partidos – PSDB e PDT – contra André Fernandes (PSL) por quebra de decoro parlamentar. As reações dos partidos vieram após o deputado do PSL acusar colegas de envolvimento com facção criminosa na tribuna da Casa.

o abuso de poder ficou caracterizado por meio da assinatura de ordens de serviço para obras "às vésperas do início do período eleitoral". 

De acordo com informações do TRE, o abuso de poder ficou caracterizado por meio da assinatura de ordens de serviço para obras "às vésperas do início do período eleitoral". 

A reportagem entrou com contato com o gabinete do governador, mas não localizou nenhum funcionário para comentar a decisão. 


Assuntos Relacionados