Sessões presenciais na Assembleia Legislativa do Ceará retornam com regras de segurança sanitária

Os deputados estaduais fizeram hoje a primeira sessão presencial desde a crise da Covid-19 no Ceará

Legenda: O primeiro trâmite da representação é passar pela Procuradoria da Casa
Foto: Fabiane de Paula

A Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) retomou as atividades presenciais na manhã desta quinta-feira (23) após adotar uma série de medidas sanitárias para garantir a segurança de deputados e servidores.

Nos últimos dias, todos as pessoas que participariam da sessão presencial foram submetidas a teste de Covid-19.

“Não há urgência em pautar”, diz Sarto sobre votação de processo contra André Fernandes

Hoje, houve também verificação de temperatura na entrada do local para deputados, profissionais da Casa e da imprensa. Máscaras foram distribuídas a todos os presentes no retorno dos trabalhos, e o álcool em gel nas mãos era obrigatório na entrada.

Foto: Fabiane de Paula

Os cuidados também foram levados para dentro do Plenário, com utilização alternada das duas tribunas e limpeza imediata à saída do deputado do local de pronunciamentos.

Retorno opcional
As atividades parlamentares foram realizadas, desde o início da quarentena de forma remota. Apesar de o retorno presencial ter sido autorizado, ele é opcional, principalmente para quem integra o grupo de risco da Covid-19. No início da sessão desta quinta, havia 29 deputados estaduais presentes fisicamente no plenário de um total de 46.

Foto: Fabiane de Paula

Com retorno das atividades presenciais de plenário, a Assembleia Legislativa deve manter, pelo menos por enquanto, apenas uma sessão por semana, às quintas.

Por isso, a estrutura virtual de debates será mantida para que, em caso de necessidade, a Casa faça a reunião dos deputados pela internet. As comissões temáticas seguem mesmo rito.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de política?