Sarto Nogueira defende ampliar isenção de alvarás e diz que eventual gestão terá autonomia

Para o candidato pedetista, é necessário ampliar o número de isenção de taxas de alvarás de funcionamento para estimular a abertura de novas empresas na Capital. Ele foi o último entrevistado do PontoPoder Eleições

fotografia
Legenda: Sarto Nogueira foi o oitavo prefeiturável a ser entrevistado no programa, que vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 21h55, na TV Diário, encerrando a série de entrevistas em Fortaleza
Foto: Thiago Gadelha

Candidato do PDT à Prefeitura de Fortaleza, Sarto Nogueira defendeu, na noite desta segunda-feira (26), aumentar a abrangência da isenção de alvarás de funcionamento em Fortaleza, para estimular a geração de emprego e renda diante dos impactos da pandemia da Covid-19 na economia. Ele ressaltou, ainda, que, se eleito, sua gestão terá "autonomia". As declarações foram dadas em entrevista ao PontoPoder Eleições, exibido na TV Diário. 

Sarto Nogueira foi o oitavo prefeiturável a ser entrevistado no programa, que vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 21h55, na TV Diário. Também foram entrevistados Anízio Melo (PCdoB), Capitão Wagner (Pros), Luizianne Lins (PT), Renato Roseno (Psol), Heitor Freire (PSL), Heitor Férrer (SD) e Célio Studart (PV). Por conta do dignóstico de Covid-19, Sarto não pôde participar do debate no dia definido por sorteio - 15 de outubro. Por isso, ele teve a entrevista remarcada para esta segunda, após apresentar exame que comprovava o fim da infecção.

Para o candidato pedetista, é necessário ampliar a isenção de taxas de alvarás de funcionamento para estimular a abertura de novas empresas na Capital. Atualmente, a isenção de alvará é concedida para entidades do terceiro setor e templos religiosos. Microempreendedores e pequenas empresas têm direito ao 'alvará social', cuja taxa anual é de R$ 50. Todavia, ele não especificou que segmentos seriam contemplados pela medida.

"Nós vamos isentar as taxas onde pudermos avançar na isenção. E para além disso, vamos estimular o crédito e empreendedorismo local, fazendo política de crédito, capacitação de empreendedorismo para o jovem que mora na periferia", propôs.

Sarto também prometeu ampliar o crédito oferecido para estimular o empreededorismo na Capital, principalmente para contemplar jovens e mulheres chefes de família da periferia. 

"Temos dois grandes projetos hoje em Fortaleza que são exemplos para o Brasil: 'Meu Bairro Empreendedor', no Bom Jardim, e 'Meu Bairro Empreendedor', no Vicente Pinzon. Nós temos um programa de desenvolvimento de microcrédito chamado 'Nossas Guerreiras', para mulheres, mães de família, chefes de família, na ordem de R$ 3 mil, parcelado em seis vezes para pagar com juros de 1% ao ano", destacou.

Para a Saúde, o candidato disse que pretende diminuir ao máximo possível as filas de espera por atendimento nas unidades de Saúde em Fortaleza e ressaltou projetos para o combate à Covid-19 que ajudou a aprovar no Estado como presidente da Assembleia Legislativa.

"Quero só lembrar à população que eu já fui líder do Governo e, durante o governo Cid Gomes, nós fizemos o programa de mutirão de cirurgias, de chamamento público, de empresas privadas e filantrópicas. Na verdade, a fila não é parada, ela hoje existe, você reduz, amanhã aparece mais. O que a gente quer é reduzi-la para números que sejam normais e aceitáveis", afirmou. Ele frisou, ainda, que quer realizar parcerias com a iniciativa privada para diminuir demandas por cirurgias eletivas, por exemplo. 

Ao ser questionado sobre Educação, Sarto Nogueira se comprometeu a ampliar o número de escolas em tempo integral de toda a rede municipal.

"Nós temos hoje em Fortaleza a maior rede de tempo integral das capitais brasileiras. São 107 mil alunos que estão no tempo integral. ou seja, que entram de manhã na escola, têm de três a cinco refeições, e hoje (o número) atinge um percentual de 49,4% de toda a rede pública municipal. É um desafio. Nós vamos ampliar para 100% o atendimento de tempo integral no (Ensino) Fundamental II, que é do 6° ao 9° ano, e vamos evoluir nas outras séries para até 50%. Estamos falando de uma rede municipal que é a terceira maior do País de matriculas que são feitas, de 310 mil alunos (matriculados)", citou.

Questionado sobre em que eventual gestão será diferente do governo do atual prefeito Roberto Cláudio (PDT), já que o presidente da Assembleia tem colado a imagem na campanha à do atual gestor municipal, Sarto Nogueira disse que, se eleito, terá autonomia na gestão.

"É diferente porque tenho autonomia, passado, história, equipe, projeto, grupo. Tenho a minha história de presidente de Câmara, de presidente de Assembleia, de líder de Governo, de vice-líder de Governo acostumado a manusear o orçamento. Como líder do Governo Cid e vice-líder do Governo Camilo, eu relatava mais de duas mil emendas. Relatamos o Orçamento de mais de R$ 26 milhões. Conheço o orçamento por dentro e por fora. Tenho autonomia, tenho equipe, tenho projeto, compartilho do mesmo projeto que é liderado hoje pelo prefeito Roberto Cláudio e pelo governador Camilo Santana", afirmou.

Entrevistas

O programa PontoPoder Eleições, da TV Diário, que vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 21h55, iniciou uma série de entrevistas no dia 12 de outubro com os postulantes à Prefeitura de Fortaleza. Os candidatos de partidos que têm representação mínima na Câmara dos Deputados determinada pela legislação eleitoral para participação nos debates foram questionados sobre suas propostas para eventual gestão municipal. Sarto Nogueira encerrou a série de entrevistas. Elas podem ser revistas no canal do PontoPoder Eleições do Youtube.

Ouça o podcast 'PontoPoder Cafezinho'

Powered by RedCircle

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política