PSB declara apoio a Roberto Cláudio no segundo turno, mas sem Heitor

Em coletiva realizada nesta terça-feira (11), partido comunicou apoio à reeleição do atual prefeito de Fortaleza e candidatura do deputado Naumi Amorim, em Caucaia

Escrito por Áquila Leite,

Política

A executiva municipal e estadual do Partido Socialista Brasileiro (PSB) comunicou, em coletiva realizada nesta terça-feira (11), que vai apoiar o atual prefeito e candidato à reeleição em Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), no segundo turno das eleições municipais deste ano.

A informação foi dada pelo presidente estadual do PSB, Danilo Forte, que informou também que o candidato do partido no primeiro turno, Heitor Férrer, se manterá neutro na disputa e não apoiará nenhum dos dois postulantes à Prefeitura.

"O Heitor tem um procedimento que ele adotou nas eleições passadas e que, de novo, ele acha que é o melhor para ele se posicionar, que é ficar distante das candidaturas do segundo turno", afirmou Danilo Forte, na sede estadual do PSB Ceará. Segundo ele, porém, quase a totalidade da executiva municipal e estadual do partido resolveu apoiar Roberto Cláudio, que, inclusive, já foi do PSB.

Diálogo com os dois

Conforme Danilo Forte, o PSB conversou com os dois candidatos que disputam o segundo turno em Fortaleza, Roberto Cláudio e Capitão Wagner (PR), para decidir quem apoiar. "Tivemos uma conversa com os dois no sentido de encontrar uma identidade política que mais se aproxima daquilo que o PSB se propõe a fazer para um projeto futuro de partido no Ceará. Assim, a gente achou por bem apoiar o candidato Roberto Cláudio, até pela história que ele tem com o PSB", disse. 

O presidente estadual do PSB também ressaltou que a "facilidade de diálogo com o governador Camilo Santana" pesou na hora da decisão.

Caucaia

No município de Caucaia, que pela primeira vez elegerá um prefeito no segundo turno, o PSB optou por apoiar o deputado estadual Naumi Amorim (PMDB) na disputa com Eduardo Pessoa (PSDB). "Temos acompanhado os projetos dele para a integração de Caucaia e resolvermos apoiá-lo na disputa", destaca Danilo Forte.