Paulo César Norões: Ciro provoca PT e divide esquerdistas

Escrito por Paulo César Norões,

Política

Ciro Gomes parece mesmo disposto a aprofundar a distância para o PT. Ultimamente, o pedetista sempre que pode tem criticado o petismo, especialmente o comportamento de sua cúpula nacional. O bate-boca de ontem com a deputada petista Maria do Rosário, durante o Congresso Nacional de Policiais Anti-Fascismo, na Universidade Federal de Pernambuco, evento inicialmente promovido para debater segurança pública, aparentemente coloca uma pá de cal em qualquer tentativa de reaproximação.

E, dessa vez, com uma novidade. Ciro conseguiu dividir um auditório de esquerdistas. Levou vaias, é verdade, mas na mesma intensidade foi aplaudido ao criticar atitudes de Lula e do PT - algo incomum nesse tipo de plateia. Basta lembrar a última vez em que se meteu a criticar o ex-presidente numa universidade, na Bahia, e foi intensamente apupado.

É claro que, em Pernambuco, o PT não é hegemônico no campo da esquerda, o que pode ter contribuído para a divisão. Mas, será que as seguidas provocações de Ciro ao petismo já conseguem causar fissuras entre os esquerdistas?

Apoio ao pacto

O pacto acertado entre os presidentes da República, da Câmara Federal, do Senado e do Supremo Tribunal Federal na manhã de ontem, com metas e intenções em resposta às reivindicações feitas durante as manifestações de rua do fim de semana recebeu o pronto apoio do tucano Tasso Jereissati. Para o senador cearense, é hora de dar um basta nas picuinhas entre os três poderes e aprovar as reformas. "Precisamos sair dessas coisas menores e pensar no País", disse.

A perigo

A preocupação de Tasso é procedente. Ele próprio vê ameaçado ir por água abaixo todo o trabalho que teve para preparar o relatório da MP do Saneamento, uma matéria de suma importância que está fadada a 'caducar' por falta de tempo e disposição de deputados e senadores em votá-la em Plenário. Risco que também corre a MP da Administração.

Ontem, os senadores receberam carta de Bolsonaro e dos ministros Paulo Guedes e Sergio Moro, com o apelo para que não mexam no texto aprovado na Câmara, sob pena de não haver tempo de ser votada até a próxima segunda-feira (3). O PSL, partido do presidente, que defendia a volta do Coaf para o Ministério da Justiça, já anunciou que não vai mais propor a mudança.

Premiação

Deputado André Figueiredo participou ontem da cerimônia, na Câmara Federal, de premiação da Maternidade Escola Assis Chateaubriand, que recebeu o prêmio Dr. Pinotti - Hospital Amigo da Mulher. A instituição foi indicada ao prêmio pelo parlamentar pedetista e concorreu com mais de 70 entidades de todo o Brasil.

Integral

A Escola de Ensino Fundamental e Médio Anísio Teixeira, localizada no bairro Pan-Americano nesta capital, poderá passar a oferecer tempo integral para seus alunos. É que foi aprovado, nesta terça-feira (28/5), na Comissão de Constituição, Justiça e Redação, da Assembleia Legislativa do Estado, o Projeto de Indicação, de autoria do deputado Salmito Filho (PDT) para esse fim. Agora, é aguardar que o projeto seja deliberado no Plenário da Casa.