Ibope Caucaia: Naumi tem 62% das intenções de voto; Valim, 38%; especialista analisa números

No cenário de votos válidos, o candidato do PSD tem vantagem em relação a Vitor Valim (Pros), que soma 38% da preferência do eleitorado. Pesquisa, contratada pelo Diário do Nordeste, ouviu 805 pessoas

A três dias do segundo turno das eleições municipais, pesquisa Ibope, encomendada pelo Diário do Nordeste, indica uma liderança folgada na disputa pela Prefeitura de Caucaia no atual momento do pleito. À frente nas intenções de voto, conforme o levantamento realizado no município - e divulgado ontem -, Naumi Amorim (PSD) tem ampla vantagem em relação ao adversário, Vitor Valim (Pros). O candidato do PSD busca a reeleição na cidade.

De acordo com o instituto de pesquisa, Naumi conseguiu abrir 24 pontos percentuais sobre seu oponente. Enquanto Valim acumula 38% da preferência dos eleitores, o atual prefeito e candidato soma 62% das intenções de voto. Os dados são referentes à pesquisa estimulada, quando o entrevistador apresenta aos eleitores uma cartela com o nome dos postulantes. Neste cenário, são considerados apenas os votos válidos - excluindo brancos, nulos e indecisos.

Para Monalisa Torres, professora de Teoria Política da Universidade Estadual do Ceará (Uece), o cenário atual apontado pela pesquisa indica uma definição dos eleitores. "A essa altura, uma virada é muito difícil. Os dados mostram uma diferença considerável entre as candidaturas, então parece uma eleição mais tranquila", avalia.

Certeza da escolha

A definição do voto é reforçada por outro índice da pesquisa. De acordo com o Ibope, entre as pessoas que já sabem em quem irão escolher nas urnas, 79% disseram que não irão mudar a preferência. Por outro lado, 19% afirmaram que estão passíveis de votar no adversário, caso sejam convencidos até o próximo domingo (29).

"Essa certeza da escolha é natural no segundo turno. Primeiro, a maior parte da campanha já ocorreu, os candidatos já são conhecidos e as pautas já foram apresentadas. E, segundo, agora são só duas opções, então é um ou outro", afirma a cientista política.

Votos totais

Caso sejam considerados os votos totais, Naumi tem 52% da preferência, enquanto Valim fica com 32%. Entre os entrevistados, 11% disseram que pretendem votar branco ou nulo. Indecisos representam 4%. Nos dois cenários, a soma dos percentuais pode não totalizar 100% devido aos arredondamentos, informa o Ibope.

Conforme determina a legislação eleitoral, a pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com o número CE-05393/2020. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

O Ibope ouviu 805 eleitores entre os dias 23 e 25 de novembro. O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que a probabilidade de os resultados retratarem o atual momento eleitoral é de 95%, considerando a margem de erro.

Segundo turno

Assim como Fortaleza, Caucaia pode ter as eleições municipais decididas no segundo turno - como ocorre neste ano. Conforme a legislação eleitoral, a segunda etapa do pleito é disputada em municípios com mais de 200 mil eleitores em que nenhum dos candidatos atinge mais de 50% dos votos válidos.

No último dia 15 de novembro, data do primeiro turno, Naumi recebeu 69.262 votos, enquanto Valim teve 47.171. Apesar da vantagem do candidato do PSD, ele foi escolhido por 40,93% dos eleitores. Em segundo lugar, o postulante do Pros aglutinou 27,87% da preferência.

Emília Pessoa (PSDB), Elmano de Freitas (PT), Sebastião Conrado (PMB), Rodrigo Santaella (Psol), João Ary (PMN) e Paulo Sérgio Cordeiro (PCdoB) foram preteridos pelos eleitores de Caucaia.

"No primeiro turno, já houve uma diferença expressiva. Outro fator que pode explicar esses números é a pandemia. Vemos uma tendência do eleitor buscando figuras conhecidas, com trabalhos já prestados", afirma Monalisa Torres.

Avaliação

A primeira pesquisa Ibope para segundo turno em Caucaia, contratada pelo Diário do Nordeste e registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), também questionou os entrevistados sobre a avaliação das gestões municipal, do prefeito Naumi Amorim (PSD); estadual, do governador Camilo Santana (PT); e federal, do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Conforme o levantamento, 41% dos eleitores consideram o Governo de Naumi Amorim como ótimo ou bom, enquanto 35% avaliam como regular. A gestão do atual prefeito é ruim ou péssima para 22% dos entrevistados. Não sabem avaliar somam 2%. 

Ainda sobre o prefeito, o instituto mediu o índice de aprovação do político. Segundo o Ibope, 58% dos entrevistados aprovam a gestão de Naumi, enquanto 37% desaprovam. 5% dos eleitores não sabem responder ao questionamento. Para a cientista política Monalisa Torres, a avaliação positiva da gestão indica que a população pode estar buscando continuidade.

“Na ciência política, temos uma referência em que quando o índice de avaliação é acima de 45%, a chance de eleição é alta, abaixo de 40% é difícil”, aponta. Para mais da metade dos eleitores do município, a gestão de Camilo Santana é bem avaliada.

O governador é apontado como responsável por um governo ótimo ou bom por 57% dos entrevistados. Consideram regular a gestão do petista 27% das pessoas ouvidas. Apenas 11% responderam que avaliam a gestão como ruim ou péssima. Não sabem avaliar somam 5%. 
Já quando falam do presidente, a maior parcela do eleitorado de Caucaia avalia negativamente. 

Ao todo, 39% disseram que um governo ruim ou péssimo. Aqueles que consideram a gestão regular somam 29%. Já os que apontam como bom ou ótimo são 31%. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política

Assuntos Relacionados