Filhos de Bolsonaro denunciam vídeo com ameaça de morte ao pai

Eduardo e Carlos postaram em suas redes sociais um homem armado prometendo atirar no presidente eleito

Eduardo e Carlos  Bolsonaro, filhos do presidente eleito, postaram, nesta terça-feira, em suas redes sociais, um vídeo em que um homem segura duas armas e faz ameaças a seu pai. "Bolsonaro, você vai entrar na bala", diz o homem apontando duas armas de fogo para quem o filma.

>PF reforça segurança de Bolsonaro com 55 homens
>Eduardo Bolsonaro vai aos EUA em "esforço de aproximação"
>Flexibilização da posse de arma volta ao debate 

"Subestimar este tipo de ameaça diária contra todo brasileiro e tratá-los como vítimas é combustível do caos em nosso país. Bandido no Brasil deita e rola em cima de nossas leis e da Justiça! Se Deus quiser isso acabará em breve!", escreveu Carlos Bolsonaro, vereador pelo PSL do Rio de Janeiro.

 

 

Eduardo Bolsonaro, deputado federal reeleito pelo PSL-SP, chegou a postar o mesmo vídeo no Instagram, mas o conteúdo foi removido pela rede social sob alerta de violar as regras do serviço. No Twitter, Eduardo compartilhou a imagem divulgada pelo irmão Carlos.

Após a vitória do capitão reformado do Exército, o esquema de segurança dele e de sua família foi reforçada pelas autoridades. No começo de setembro, o militar sofreu um atentado a faca em Juiz de Fora (MG).

Nesta terça, Bolsonaro viajou do Rio para Brasília. No fim da manhã, ele participou de uma sessão solene no Congresso, referente aos 30 anos da Constituição de 1988. Ele chegou no fim da tarde ao seu apartamento funcional na quadra 202 na Asa Norte em Brasília. Em sua primeira viagem a capital, Bolsonaro esteve em reuniões e encontros na Câmara, no ministério da Defesa e nos comandos da Marinha e do Exército. Nesta quarta-feira (7), ele se encontra com o presidente Michel Temer no Palácio do Planalto. Até o fim do mês, Bolsonaro pretende concluir a escolha de seus ministros.

 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de política?