Capitão Wagner diz que tempo "equilibrado" no horário eleitoral fará a diferença no segundo turno

Candidato do Pros conversa com candidatos derrotados e aposta em "neutralidade" de Luizianne Lins e Heitor Férrer

Legenda: Capitão Wagner grava material de campanha; candidato do Pros aposta no horário eleitoral nas próximas semanas
Foto: Divulgação

O candidato do Pros à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner (Pros), avaliou, nesta segunda-feira (16), que o tempo "equilibrado" do horário eleitoral gratuito de rádio e TV fará a diferença no segundo turno no próximo dia 29, travado com Sarto Nogueira (PDT). 

Para Wagner, não só as ações de ruas, mas o tempo igual de veiculação da propagada eleitoral no rádio como na TV será primordial para alcançar os eleitores dos candidatos que participaram do primeiro turno. 

> Sarto Nogueira e Capitão Wagner se enfrentam no 2º turno da eleição em Fortaleza

O resultado final do primeiro turno, realizado no último domingo (15), apontou Wagner com 33,32% dos votos válidos. O pedetista teve 35,72%.

"Apesar de tanta pancada, calúnia e difamação que sofri no primeiro turno pelo candidato dos Fereiras Gomes, permaneci com 33% das intenções de voto. O nosso tempo de rádio e TV era muito curto, com o tempo igual ao do adversário, nós vamos ter capacidade de mostrar a verdade para a cidade, o nosso programa, a nossa vice Camila Kardoso que traz leveza a nossa chapa, e acredito muito na vitória no segundo turno com o tempo de TV equilibrado e as ações que serão desenvolvidas na ruas", destacou o prefeiturável do Pros. 

Wagner declarou ainda que manteve contato com os candidatos para um eventual apoio para o segundo turno, mas acredita em "neutralidade" por parte de Luizanne Lins (PT) e Heitor Férrer (SD). 

“Ainda ontem liguei para vários deles e desejei boa sorte. Hoje, já falei novamente, mas temos visto que aqueles com maior expressão de votos, estão demostrando uma certa neutralidade como o Heitor Férrer. Acredito que a Luizanne, até pelas circunstâncias de ter apanhado tanto do candidato dos Ferreiras Gomes é muito difícil que ela venha declarar apoio para ele. O desafio vai ser conquistar os eleitores desses candidatos", afirmou.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política