Bolsonaro escolhe militar cearense para comandar Secretaria da Assuntos Estratégicos

Almirante Rocha, nascido em Fortaleza, vai ficar subordinado diretamente ao presidente da República

Legenda: Flávio Augusto Viana Rocha encontra Jair Bolsonaro durante transmissão do cargo do Comandante da Marinha, no dia 9 de janeiro de 2019
Foto: Foto: PR

O presidente Jair Bolsonaro assinou decreto, publicado nesta sexta-feira (14) no "Diário Oficial da União", que colocou sob sua "subordinação direta" a Secretaria Especial da Assuntos Estratégicos (SAE). O presidente nomeou o almirante cearense Flávio Augusto Viana Rocha para comandar a estrutura.

Flávio Augusto Viana Rocha é natural de Fortaleza. Foi declarado Guarda-Marinha em 13 de dezembro de 1984. Já foi diretor do Centro de Comunicação Social da Marinha, subchefe de Estratégia do Estado-Maior da Armada, subchefe do Gabinete do Comandante da Marinha, Comandante do Grupamento de Patrulha Naval do Sul, Comandante do Navio-Escola Brasil, entre outros cargos.

A SAE estava ligada à Secretaria-Geral da Presidência, uma das quatro pastas com status de ministério que funciona no Palácio do Planalto. Assim, o responsável pela secretaria respondia ao ministro Jorge Oliveira, titular da Secretaria-Geral. Entre as funções da SAE está assessorar a Presidência da República na definição de estratégias para a formulação de políticas públicas. A secretaria teve status de ministério no governo Dilma Rousseff.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política

Assuntos Relacionados