Após aval de Bolsonaro, ministro da Justiça deve trocar comando da Polícia Federal

Os cotados para o cargo ainda não foram revelados

Bolsonaro ao lado do novo ministro Torres
Legenda: O governo Bolsonaro terá o seu quarto diretor-geral da PF quando a troca for concretizada.
Foto: Carolina Antes/PR

Recém-empossado, o ministro da Justiça e Segurança Pública (MJSP), Anderson Torres, deve trocar o comando da Polícia Federal. A informação é do O Globo. 
 
Segundo o jornal, um “pacote” é elaborado para alterações na gestão do órgão. Os nomes, todavia, não foram revelados. O novo ministro teve o aval de Jair Bolsonaro
 
A Folha de SP apurou com pessoas próximas a Torres que o próximo a assumir o carto terá “perfil” técnico, mas há incertezas se esse critério será respeitado na prática. 

O atual chefe da PF, Rolando de Souza, foi escolha do presidente, após indicação de Alexandre Ramagem, impedido de assumir o cargo pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em abril do ano passado. O diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Eduardo Aggio, também deve ser mudado.

Com a troca concretizada, o governo Bolsonaro terá o seu quarto diretor-geral da PF. Antes de Rolando, passaram pelo cargo Maurício Valeixo e Alexandre Ramagem.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política

Assuntos Relacionados