Michelle Bolsonaro terá de devolver cão adotado após aparecimento de antigo tutor

Augusto Bolsonaro, como foi batizado o animal pela família presidencial, tem 1 ano de idade

Legenda: Cão Augusto Bolsonaro vai deixar a vida do Palácio presidencial
Foto: Instagram

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, terá de devolver o cão de 1 ano que acabou de adotar, pois o antigo tutor do animal, que foi batizado de Augusto Bolsonaro, apareceu.

Legenda: Primeira-dama se despediu do cão adotado com mensagem em foto de despedida no perfil do animal no Instagram
Foto: Instagram

"“Meu amor, vamos sentir saudades de tudo com você”, escreveu Michelle, incluindo emoji de choro, em uma mensagem de despedida deixada na última foto publicada no perfil do cachorro no Instagram.

 

 

Ver essa foto no Instagram

Prestando atenção nas conversas da mamãe..👀🐾

Uma publicação compartilhada por Augusto Bolsonaro (@augustobolsonaro) em 29 de Jun, 2020 às 6:48 PDT

 

Augusto é um cão da raça pastor maremano, que antes de ser adotado pela família Bolsonaro, viveu um dia em um abrigo e, apesar dos anúncios nas redes sociais, seu tutor não foi localizado na época.

Com a repercussão da sua adoção e o perfil no Instagram, o antigo tutor o reencontrou. Segundo o jornal O Globo", o animal foi adotado no dia 19 de junho.

Ele, que na verdade se chama Zeus, foi entregue para Nagib Zeidan, de 25 anos, informa o jornal Folha de S.Paulo.  Filho de Fifi, cadela da raça Akita, e Beethoven, um maremano, ele vive em uma chácara na Vila Planalto, em Brasília. O rapaz relatou ao jornal paulista que em sua ausência o cachorro animou-se com uma cadela que estava no cio e, aparentemente, afastou-se demais de sua residência. Sem saber como voltar, viu-se perdido.