Iniciativa do Educa Mais Brasil disponibiliza conteúdos exclusivos e gratuitos para vestibulandos

Na preparação para o Enem, estudantes podem contar com Me Explica!; saiba mais

aula
Legenda: Iniciativa visa levar conhecimento gratuito e de qualidade para os estudantes.
Foto: Divulgação

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é um dos principais vestibulares do país e já entrou para o calendário dos estudantes que pensam em começar uma graduação. Por isso, tanta preparação faz sentido porque o exame avalia o rendimento dos candidatos em diversas áreas do conhecimento. Pensando nisso, o Educa Mais Brasil, maior programa de inclusão educacional do país, convidou professores superespecialistas para criar conteúdos didáticos e exclusivos com foco na preparação para o Enem e outros vestibulares.

professores
Legenda: Professores criam conteúdos didáticos e exclusivos com foco na preparação para o Enem e outros vestibulares.
Foto: Divulgação

Agora, no canal do YouTube do Educa Mais Brasil, estudantes podem estudar com os vídeos do Me Explica!. A iniciativa visa levar conhecimento gratuito e de qualidade para os estudantes. Dentre os professores que aceitaram participar da iniciativa está a docente de Redação Carol Silveira, coordenadora do projeto. Juntamente com professores de diversas disciplinas, ela explica os assuntos que caem nas provas.

Todos os conteúdos cobrados nas provas de vestibular, principalmente no Enem, são ensinados no projeto Me Explica!. Os assuntos são separados por playlists e, após a exibição da aula, o estudante é redirecionado para um conteúdo literário complementar à formação e, também, para resolução de questões.

Qualquer pessoa pode estudar pelos conteúdos do Me Explica!, pois são gratuitos e on-line. Os vídeos estão disponíveis no canal do YouTube do Educa Mais Brasil.

Para a professora Carol Silveira, essa iniciativa é uma forma de democratizar o conhecimento com disponibilização de conteúdos audiovisuais.

“A sensação é de criar possibilidades. A gente tem todo cuidado com o material e eu me sinto útil, parte de um grupo de professores preocupados com a democratização do conhecimento”, pontua.

logo educa