Incêndio atinge hospital no Rio de Janeiro, e uma paciente com Covid-19 morre

Não há informações sobre feridos; cerca de 162 pacientes foram removidos

Legenda: Fogo atingiu prédio 1 do Hospital Federal de Bonsucesso, zona norte do Rio de Janeiro
Foto: Reprodução

Um incêndio atingiu o prédio 1 do Hospital Federal de Bonsucesso, zona norte do Rio de Janeiro, na manhã desta terça-feira (27). Ao todo, 12 unidades do Corpo de Bombeiros estão envolvidas no atendimento ao local.

Uma paciente de 42 anos internada em estado grave com Covid-19 morreu ao ser transferida do hospital por causa do incêndio. 

A direção do Hospital Federal de Bonsucesso informou que a brigada de incêndio da unidade removeu 162 pacientes do prédio 1 para o prédio 2 até a chegada do Corpo de Bombeiros. Pessoas foram levadas em macas e cadeiras de rodas pelas ruas próximas, que ficaram bloqueadas. No local, havia pacientes internados no Centro de Terapia Intensiva (CTI), fazendo hemodiálise e mulheres em trabalho de parto, que exigem maior cuidado.

Os bombeiros começaram a organizar a transferência de alguns pacientes para outros hospitais e cogitam reativar o hospital de campanha do Riocentro, de acordo com o porta-voz Tenente Coronel Lauro Botto.

"Já foram removidos todos os pacientes do prédio 1 para outras unidades aqui de Bonsucesso. O incêndio já está parcialmente controlado. Estamos tentando junto à prefeitura, para caso seja necessário, a gente fazer o deslocamento dessas pessoas para aquela unidade hospitalar que hoje está desativada. Ainda não há informações sobre as causas do incêndio. O prédio 1 foi totalmente comprometido. A nossa maior preocupação agora é fazer com o que o fogo não se propague para outros prédios", explicou Lauro Botto.

A secretaria de saúde do Rio de Janeiro informou que está com toda rede de assistência preparada para essa emergência. 

Na frente do hospital tem uma oficina, que virou um local para atendimento provisório a alguns pacientes. Macas e monitores foram colocados no local. Um dos pacientes teve que sair em uma ambulância. Outros ficaram recebendo atenção de médicos e enfermeiros na oficina mesmo.

O incêndio atingiu a enfermaria e os equipamentos de raio-x. As primeiras informações indicam que o fogo começou pouco antes das 10h, e os primeiros bombeiros chegaram aproximadamente 10 minutos depois.

A origem do incêndio ainda é desconhecida, e o Corpo de Bombeiros afirmou que só poderá determinar a razão após perícia. Testemunhas e o Tenente Coronel Lauro Botto disseram que o problema foi percebido inicialmente no almoxarifado, onde há muitas fraldas guardadas, o que contribuiu para o fogo aumentar.

Às 11h10, um helicóptero dos Bombeiros desceu na Avenida Brasil, que foi bloqueada para carros temporariamente. Ele ficou por pouco tempo no local, e a via foi liberada na sequência.

Parentes de pacientes começaram a chegar ao hospital em busca de informações e estão sendo orientados pelos bombeiros.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil