Helicóptero da Força Nacional cai no Pantanal e deixa três feridos

O helicóptero, modelo Esquilo, havia saído de Corumbá

Legenda: Helicóptero que trabalhava no combate a incêndios cai no Pantanal
Foto: CBM/Ciman

Um helicóptero da Força Nacional empregado no combate ao incêndio no Pantanal caiu nesta quinta-feira (8). O acidente ocorreu no município de Poconé (MT). Os três tripulantes sobreviveram e foram socorridos pela Marinha, segundo nota dos Ministérios da Defesa e da Justiça.

O helicóptero, modelo Esquilo, havia saído de Corumbá. Os tripulantes foram levados a Cuiabá para atendimento médico. Um deles sofreu fratura exposta em uma das pernas, diz a nota.

>> PF investiga origem dos incêndios que devastam Pantanal no Brasil

>> Equipe cearense leva pele de tilápia para tratamento de animais feridos em queimadas no Pantanal

>> Voluntários unem esforços em luta para controlar chamas no Pantanal

O Pantanal enfrenta o incêndio mais grave da sua história. Ao menos 26,5% do bioma já foi queimada, uma área pouco menor à do estado do Rio de Janeiro.

O bioma enfrenta a pior seca dos últimos 60 anos e a estiagem pode se alongar pelos próximos anos. Segundo analistas, a grande maioria dos fogos é provocada pela ação humana. Fazendeiros e agricultores da região usam a queima para manejo de pastagem, para desmatar e para o plantio de roças.

Investigações da Polícia Federal apontam que quatro pecuaristas da região teriam colocado fogo em suas fazendas para abrir novos pastos. Uma das suspeitas da polícia é que os pecuaristas tenham combinado queimadas na região, de forma semelhante ao ocorrido com o "Dia do Fogo" na Amazônia no ano passado.

O combate ao incêndio mobiliza Corpo de Bombeiros, Ibama, ICMBio, Força Nacional, Forças Armadas e voluntários.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil