Fiocruz flagra momento exato em que novo coronavírus infecta uma célula

Técnica de microscopia eletrônica é utilizada para registrar o patógeno iniciando processo de infecção

Pesquisadores da Fiocruz registraram o momento exato em que o novo coronavírus infecta uma célula, por meio da técnica de microscopia eletrônica. Os cientistas utilizaram vírus isolados a partir de amostras coletadas de nariz e garganta de paciente infectado.

A primeira imagem mostra várias partículas virais (pontos escuros) aderidas à membrana da célula. Na segunda, é possível observar o patógeno iniciando o processo de infecção.

A última imagem mostra a replicação viral, é possível observar várias partículas virais no interior da célula.

O registro, inédito no Brasil, foi obtido durante estudo que investiga a replicação viral do novo coronavírus, conduzido por pesquisadores do Laboratório de Morfologia e Morfogênese Viral e do Laboratório de Vírus Respiratórios e do Sarampo, ambos do Instituto Oswaldo Cruz / Fiocruz.


Categorias Relacionadas