Covid-19: Vacina falsificada estaria sendo vendida no Rio de Janeiro, alerta Anvisa

A agência recebeu denúncias por meio dos canais oficiais, indicando que a vacina de Oxford estaria sendo disponibilizada por uma empresa localizada em Niterói, no Rio de Janeiro

Legenda: Covid-19: Anvisa alerta sobre suposta comercialização de vacina falsificada.
Foto: Reprodução

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu um alerta nesta segunda-feira (12) sobre a suposta comercialização irregular da vacina contra a Covid-19. O alerta foi emitido após denúncias recebidas por meio dos canais oficiais da Anvisa, que indicavam que a vacina de Oxford estaria sendo disponibilizada por uma empresa localizada em Niterói, no Rio de Janeiro.

Segundo a Anvisa, a denúncia foi apresentada no dia 25 de setembro e no mesmo dia houve avaliação e encaminhamento formal para a Direção Geral da Polícia Federal.

A Anvisa alerta:

  • Não há, no momento, nenhuma vacina contra a Covid-19 autorizada para ser comercializada e utilizada pela população brasileira.
  • Até que seja autorizado pela Anvisa, o cidadão não deve comprar e utilizar qualquer vacina que tenha alegação de prevenir a Covid-19.

Conforme a Anvisa, no Brasil existem vacinas contra a Covid-19, exclusivamente para uso em estudos clínicos. "Não há permissão para comercialização e distribuição dessas vacinas."

Canais de comunicação da Anvisa

A Anvisa conta com vários canais de comunicação direta com as empresas e com a população que permitem o encaminhamento de denúncias sobre os mais variados tipos de suspeitas e infrações sanitárias. Existem equipes responsáveis pela avaliação dessas denúncias e pelo levantamento de evidências das supostas irregularidades ocorridas. 

Após as investigações iniciais, podem ser tomadas medidas de caráter preventivo para proteger a saúde da população, como podem ser realizadas ações de fiscalização in loco ou requisição de apoio de autoridades policiais quando há suspeição de ocorrência de crimes, como é o caso dessa vacina.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil