Concurso: Instituto Rio Branco abre 20 vagas para diplomata

A remuneração inicial é de R$ 19,1 mil

O Instituto Rio Branco (IRB) abre, na próxima quarta-feira (17), inscrições do concurso com 20 vagas para diplomata. De acordo com o edital, para ingressar na carreira é necessário possuir diploma de conclusão de curso de nível superior em qualquer área. A remuneração inicial do cargo é de R$ 19.199,06. 

Das 20 vagas abertas, uma é reservada a pessoas com deficiência e quatro para os negros. As inscrições serão recebidas entre os dias 17 de julho e 12 de agosto de 2019, exclusivamente pela internet, através do endereço eletrônico do Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades), responsável pela organização e execução do processo de seleção. 

Após concluir o cadastro, o candidato deverá imprimir o boleto bancário referente a taxa de participação, no valor de R$ 208, e efetuar o pagamento até a data limite de 15 de agosto, observado o horário de funcionamento do banco. 

Provas 

O concurso para diplomata será constituído de duas etapas: prova objetiva, de caráter eliminatório; e provas escritas, eliminatórias e classificatórias.

A primeira fase será composta de prova objetiva com 73 questões do tipo certo ou errado, sendo dez de língua portuguesa, nove de língua inglesa, 11 sobre a história do Brasil, 11 sobre a história mundial, 12 de política internacional, seis de geografia, oito de economia e seis de direito e direito internacional público.

O exame será aplicado nas capitais dos 26 Estados da Federação e no Distrito Federal na data prevista de 8 de setembro de 2019, em dois períodos: o primeiro, iniciando-se às 9h30, com duração de três horas; e o segundo iniciando-se às 15h, com duração de três horas.

A confirmação da data e os locais e horários de realização da prova do concurso para diplomata do Instituto Rio Branco serão publicados no Diário Oficial da União e divulgados no site do Iades na data provável de 26 de agosto.

Serão convocados para a segunda fase os 200 candidatos classificados na prova objetiva. As provas escritas versarão sobre língua portuguesa, língua inglesa, história do Brasil, geografia, política internacional, economia, direito e direito internacional público, língua espanhola e língua francesa.

Funções

Segundo o edital do concurso, aos servidores da carreira incumbem, nos termos do art. 3º da lei nº 11.440/2006, atividades de natureza diplomática e consular, em seus aspectos específicos de representação, negociação, informação e proteção de interesses brasileiros no campo internacional.


Assuntos Relacionados