Com 881 novas mortes, Brasil fica em 2º no ranking mundial de mais óbitos em 24h

Total de vítimas supera 12 mil, segundo Ministério da Saúde. Covid-19 só mata mais nos EUA em um único dia

Legenda: Monumento às Bandeiras, no complexo do Ibirapuera, ganha máscaras para alertar sobre pandemia, na capital paulista
Foto: Foto: AFP

O Brasil voltou a bater recorde diário de mortes pela Covid-19. Balanço do Ministério da Saúde apontou, na noite desta terça-feira, 881 novos óbitos, totalizando 12.400 vítimas do novo coronavírus, desde o primeiro registro, em 17 de março. O número de infectados já supera 177 mil no País.

Com os dados de óbitos de hoje, o Brasil segue como o segundo país do mundo com o maior número de óbitos no intervalo de 24 horas, atrás apenas dos EUA, que registraram, nesta terça-feira, 1.467 mortes relacionadas à Covid-19. No fim do mês passado, o ministro da Saúde, Nelson Teish, projetou a possibilidade de o Brasil notificar cerca de 1.000 óbitos em um único dia.

Na segunda-feira, o acumulado de óbitos no Brasil era de 11.519, enquanto o total de casos somava 168.331. De ontem para hoje, subiu para 177.589 casos confirmados. O Sudeste segue como a região mais afetada, principalmente São Paulo e Rio de Janeiro. No Nordeste, os destaques são o Ceará e Pernambuco. Na região Norte, a situação no Amazonas é crítica.


Categorias Relacionadas