Casa de parentes de Fabrício Queiroz é alvo de operação da polícia em Belo Horizonte

Agentes estão á procura da mulher do ex-assessor parlamentar, considerada foragida desde a quinta-feira (18)

Legenda: Operação na residência de parentes de Fabrício Queiroz em Belo Horizonte
Foto: Rede Globo

Uma operação realizada na manhã desta terça-feira (23) em uma residência da madrinha de Fabrício Queiroz, em Belo Horizinte (MG), procura a mulher dele, Márcia Oliveira Aguiar, que está foragida.

Fabrício Queiroz foi preso no começo da manhã da última  quinta-feira (18) em Atibaia, no interior de São Paulo. No mesmo dia, foi decretada a prisão da mulher dele, que não se apresentou à polícia e não foi encontrada.

>Flávio Bolsonaro contrata ex-advogado de Sérgio Cabral para lugar de Wassef

>Nunca falei com Queiroz e também não sou o 'Anjo', diz Wassef

A operação ocorre no bairro São Bernardo, na Região Norte de Belo Horizonte e é realizada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e o Batalhão de Choque da Polícia Militar (PM).  Os trabalhos também acontecem em parceria com o Ministério Público do Rio de Janeiro.

A casa alvo da operação em Belo Horizonte pertence à madrinha de Queiroz, dona Penha, que morreu neste mês. Agora vivem no local primas e sobrinha do ex-assessor de Flávio Bolsonaro.

A suspeita é que a mulher de Queiroz tenha ido para essa casa. Uma das primas, Kassia, é bem próxima de Márcia e de Queiroz. No início da manhã, promotores conversavam com parentes de Queiroz na casa.