Brasil ultrapassa 87 mil mortes por Covid-19

Ao todo, são 2.419.091 milhões de casos confirmados da doença. Outros 1.634.274 milhão conseguiram se recuperar da enfermidade

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde, neste domingo (26), apontam a confirmação de 555 novos óbitos por conta da Covid-19 no Brasil, nas últimas 24 horas. A quantidade de vítimas da pandemia no País, agora, chegou a 87.004. A letalidade, segundo o governo federal, é de 3,6%.

Ao todo, são 2.419.091 milhões de casos confirmados da doença. Outros 1.634.274 milhão conseguiram se recuperar da enfermidade. A região Sudeste continua sendo a mais atingida pela pandemia, com 34,31% dos casos confirmados.

O Nordeste tem 32,65% dos casos confirmados. Seguido das regiões Norte (15,96%), Centro-Oeste (8,97%) e Sul (8,09%).

Rio de Janeiro

Boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES) informa que, até agora, foram confirmados no estado 156.325 casos de Covid-19 e 12.835 mortes pela doença.

Há 1.052 óbitos em investigação e 318 foram descartados. De acordo com a SES, entre os casos confirmados, 134.419 pacientes se recuperaram da doença.

A capital fluminense tem o maior número de casos confirmados de covid-19 no estado: 69.570. Em seguida, aparecem os municípios de Niterói (8.682), São Gonçalo (7.879), Duque de Caxias (5.542), Macaé (5.184), Nova Iguaçu (4.006), Angra dos Reis (3.647), Itaboraí (3.183) e Volta Redonda (3.100).

São Paulo

Neste domingo, o Estado de São Paulo registrou 21.606 mortes pelo novo coronavírus. Foram mais 89 vítimas desde o último balanço. Desde março, quando começou a pandemia, foram confirmados 483,9 mil casos da doença no estado, e apenas sete dos 645 municípios paulistas não tiveram registro de covid-19.

A taxa de ocupação dos leitos das unidades de terapia intensiva (UTIs) está em 63,6% na Grande São Paulo e em 65,9% em todo o estado. Até o momento, 64,5 mil pessoas foram internadas com a doença, mas conseguiram se recuperar.

Os principais fatores de risco associados às mortes pela covid-19 são as doenças cardíacas (58,7%) e o diabetes mellitus (43,3%).

Mortes por Covid-19 em Fortaleza

Você tem interesse em receber mais conteúdo do Brasil?